70% da oferta do Bitcoin está ‘inativa’, aponta Glassnode

A Glassnode, empresa de análise on-chain, revelou nesta quarta-feira (13) que 70% de todos os bitcoins não foram movidos no último ano. Embora isso possa parecer ruim, pode significar que menos pessoas estão dispostas a vender suas moedas, causando um aumento no preço do BTC devido à baixa oferta.

Em tempos maiores, de 2, 3 e 5 anos, a empresa também notou para um crescimento da estratégia de “hold”. Ou seja, investidores estão cada vez mais interessados no longo prazo.

Portanto, podemos esperar ainda mais altas em 2024 com a possível aprovação dos ETFs à vista de Bitcoin nos EUA. Afinal, além da queda de oferta, também teremos um aumento na demanda pela maior criptomoeda do mercado. Segundo a Bitwise, gestora americana, o BTC deve ultrapassar os US$ 80.000 ainda no próximo ano.

70% de todos bitcoins estão parados há mais de um ano

Em dezembro de 2022, o Bitcoin ficou abaixo dos US$ 17.000 após a falência da FTX. Mesmo assim, o mercado continuou confiante no longo prazo. Segundo dados da Glassnode, 70% da oferta do Bitcoin está parada há mais de um ano. Em números brutos, são 13,6 milhões de BTC (R$ 2,9 trilhões).

O número fica em 57,4% quando analisados os últimos dois anos. Para relembrar, na data o Bitcoin estava próximo ao seu topo histórico de US$ 69.000, ou seja, muitos investidores não se assustaram com a queda e mantiveram suas posições durante o inverno das criptomoedas.

70,3% dos bitcoins estão parados há mais de 1 ano. Fonte: Glassnode/Reprodução.
70,3% dos bitcoins estão parados há mais de 1 ano. Fonte: Glassnode/Reprodução.

Em relação aos últimos 3 a 5 anos, as porcentagens ficam entre 41,6% e 31,4% de toda oferta de Bitcoin. Tais pessoas já podem ser chamadas de investidores de longo prazo. Os ganhos do BTC contra o dólar americano ficam entre 120% e 504% no período.

Como também pode ser observado na imagem acima, as métricas estão em suas máximas desde 2021, mostrando uma mudança no comportamento do mercado.

Demanda também pode crescer em 2024

A oferta é importante, mas é apenas uma parte da equação. Para o preço do Bitcoin subir, também é importante que o ativo tenha demanda. Ao que tudo indica, a possível aprovação dos ETFs à vista de Bitcoin nos EUA pode causar um choque de demanda no mercado. Um combo que pode alavancar o BTC acima de seu topo histórico.

Outro motivo que pode influenciar na demanda são os cortes nas taxas de juros pelo Banco Central dos EUA, o Federal Reserve. Embora tenha mantido os juros em 5,25 a 5,5% nesta quarta-feira (13), o mercado espera que o Fed inicie os cortes já na próxima reunião de 31 de janeiro, ou então em março.

Em suma, esses cortes significam mais dinheiro girando na economia. Portanto, investidores estariam propensos a investir em ações, metais e especialmente em ativos de risco.

Por fim, com uma baixa oferta e uma grande demanda, o Bitcoin tem tudo para continuar seu rali em 2024. Um exemplo disso é que até mesmo investidores que não acreditam no Bitcoin estão comprando a criptomoeda para aproveitar o momento de crescimento.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias