Acabou o tempo do ciclo de alta do Bitcoin?

BTC Bear Market
BTC Bear Market

Durante um mercado de alta as pessoas a todo momento se perguntam se ele já acabou, principalmente em momentos de correção onde a tese de investimento é testada pelo mercado, além do seu próprio emocional.

É preciso separar a Economia Bitcoin por períodos e assim caminhar de acordo com eles. Sabemos disto e falei muito sobre o curto prazo e sua volatilidade, isto é algo que continuará acontecendo e se você deseja continuar vivo neste mercado é necessário que se acostume.

O longo prazo é uma tendência clara e bem definida. Momentos de correção soam apenas como ruídos e oportunidades passageiras para quem estava preparado.

Quando falamos em Bitcoin e seu ciclo, estamos acompanhando o comportamento central em volta do ecossistema, já que as únicas ações extremas são comprar/vender Bitcoin. Em algum momento ao realizar alguma das ações sua participação será vista dentro da cadeia.

Existe um padrão no tempo em relação aos ciclos pós Halving. O ano seguinte pós Halving em 2013/2017 definiu a jornada de alta do Bitcoin, sendo dezembro o mês para o topo fim de ciclo.

Ao seguir este padrão espera-se que o topo fim de ciclo atual seria atingido ainda este mês, finalizando o mercado de alta Bitcoin na virada do ano para 2022 (assim como foi em 2013/2017).

Eis que uma grande dúvida surgiu! Estamos na metade de dezembro e o preço do Bitcoin está a -30% do seu último topo histórico ($69,000), ou seja, acabou o tempo do ciclo de alta do Bitcoin? -Eu diria que não!

O último ciclo (2017) foi mais longo em relação ao primeiro ciclo (2013). O ciclo atual (2021) tem tudo para também ser mais longo em relação ao anterior (2017). Inclusive já é…

Recentemente publiquei um texto sobre “Super Ciclo” e o porquê Bitcoin ainda subirá estratosfericamente. Nesta época (10 de novembro) as métricas apresentadas em relação ao tempo já mostravam o ciclo atual ser de maior duração em relação aos anteriores.

Só por este fator já podemos descartar de que o tempo acabou para Bitcoin continuar a subir, porém ainda vamos estudar um pouco mais afundo o comportamento central a ser observado em um topo fim de ciclo, além de saber por quanto tempo este ciclo já é o mais longo.

No último artigo publicado atualizei as principais métricas em que sinalizam topo de mercado. O momento atual não é topo de mercado. Não deixe de conferir para seguir o contexto daqui em diante.

A partir da comparação dando início ao mercado de alta Bitcoin após o evento Halving, o ciclo atual é o mais longo seguindo o padrão de alongamento como foi em 2017 em relação à 2013.

A expansão do mercado de criptografia aconteceu de forma exponencial após o segundo ciclo. O mundo corporativo, países, grandes nomes do mercado mundial estão entrando cada vez mais no ecossistema Bitcoin.

A variável em questão (Tempo) se estende ciclo após ciclo pois o mercado em geral está crescendo, assim o preço passa muito mais tempo em acumulações e não em tendência definida.

Capitalização de Mercado do Bitcoin

Agora, existem muito mais jogadores posicionando a longo prazo. Oferta de Bitcoin drenando pós Halving cada vez mais faz com que nas buscas por liquidez ocorra uma grande troca de mãos, já que quem vende com medo e prejuízo são os mesmos que não compram o fundo.

A troca de mãos não é tão simples e rápido. Isso porque existe o fator emocional contando no jogo e além disto ao quebrar o sentimento totalmente otimista, para restaurá-lo demanda tempo.

A partir da quebra da última All Time High dando início ao ciclo de alta observa-se também que o ciclo atual é o mais longo comparado aos anteriores, além de que, de 2013 em diante o comportamento se repete e os ciclos são maiores.

O ciclo de 2011 foi o nascimento do Bitcoin, ainda não havia acontecido o 1° Halving, porém o primeiro movimento foi bull market, efetivando o início da sequência cíclica.

Levando em consideração em que o momento atual é o meio do mercado de alta Bitcoin, o fundo mínimo apresentado neste ciclo e historicamente para afim de comparação apresenta que ainda há tempo para que a extensão continue ocorrer.

O padrão foi repetido em todas as óticas, porque essa seria diferente?

2017 foi um pouco mais longo que 2013 (apenas 3 dias). Sim! É praticamente o mesmo tempo de duração, porém no ciclo atual já é 149 dias (muito próximo dos anteriores).

O ponto importante a ser observado é a duração em que o último recorde histórico do Bitcoin no ciclo atual foi batido, em 111 dias a partir da mínima.

É menor que a duração histórica e se o padrão repetir de acordo com os fundamentos de expansão do mercado, o ciclo atual deve ir além de 327 dias (duração do primeiro movimento do Bitcoin em 2011).

Pelas minhas contas ainda há o dobro de tempo desde o fundo para o preço percorrer, ou seja, é o nascimento da tendência de alta pós correção no meio do bull market Bitcoin.

O ciclo atual é diferente! Portanto, o tempo não acabou e sim estende em relação histórica por vários fatores fundamentais na expansão do mercado de criptografia.

Indicador MVRV

O topo será sinalizado pelo comportamento histórico dentro da cadeia e não com base na previsão do tempo. O foco sempre deverá ser o fundamental levando em consideração a movimentação histórica para definir qual o momento cíclico.

Vários indicadores dentro da rede Bitcoin sinaliza com grande clareza o comportamento, já que toda ação realizada dentro da Economia Bitcoin por algum momento será contabilizada na cadeia.

A concentração deve estar aqui e não nos ruídos de curto prazo. A direção do preço do Bitcoin é única e não é para baixo!

 

  • Ao clicar na legenda dos gráficos você é redirecionado direto para a CryptoQuant e pode visualizar o gráfico ao vivo.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gabriel Cordeirohttps://www.investemais.net/
Sou Gabriel, Gestor Fundo Privado na InvesteMais. Analista dados on-chain/Técnico. Investidor e Trader criptoativos. Atuava no Mercado Tradicional, agora é 24/7 Bitcoin!

Últimas notícias