Ações de tecnologia em queda após banimento de Donald Trump

Ações do Facebook caíram 2%, com o governo britânico declarando que as plataformas estão exercendo "julgamento editorial"

Siga no

As ações estão em queda hoje, com as de tecnologia liderando as perdas, as ações do Twitter caíram 7,5% depois de a rede social banir o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

“A conta de Trump tinha mais de 88 milhões de seguidores e foi retuitada bilhões de vezes. Trump tem um grande número de seguidores leais e muitos desses olhos desaparecerão se Trump for permanentemente impedido de postar”, afirmam pesquisadores da TS Lombard.

Um problema dos usuários é não ter para onde ir, visto que o Parler não está no ar por não ter serviços básicos, como hospedagem de seu próprio site, enquanto o Gab permanece sob carga pesada e saindo do ar com seu CEO dizendo que está aumentado a capacidade dos servidores.

Apesar de tudo, o Twitter pode ter uma atividade menor não apenas dos apoiadores de Trump, mas principalmente de pessoas neutras, que podem estar chocadas com o que eles estão chamando de “censura política” em massa nos Estados Unidos.

Quase todas as outras ações de tecnologia também caíram, com a Apple em queda de 1,6% à medida que o duopólio móvel é colocado em evidência.

“O duopólio Apple-Google representa um problema muito maior para as liberdades do que o Twitter”, disse Pavel Durov , fundador do Telegram antes de acrescentar:

“A Apple é a mais perigosa das duas porque pode restringir completamente quais aplicativos você usa, enquanto no Android você pode instalar aplicativos auto-hospedados como APKs. É por isso que venho pedindo aos usuários que mudem do iOS para o Android – é o mínimo que podem fazer para manter o acesso a um fluxo livre de informações.”

Essa ameaça à inovação agora provavelmente estimulará a competição com muitos sistemas operacionais Linux gratuitos disponíveis para novos participantes em potencial.

Consequentemente, as duas ações do Google também caíram cerca de 1%, enquanto a Amazon caiu 1,3% ao mostrar ao mundo que seu serviço em nuvem não pode ser confiável devido à sua falta de neutralidade.

O Facebook caiu 2%, com o governo britânico declarando que essas plataformas estão exercendo julgamento editorial e, portanto, deve haver regulamentação sobre como elas exercem tal julgamento.

Algumas outras ações, no entanto, não relacionadas à censura em massa, aumentaram, como a Nvidia, 4%, à medida que o aumento do hashrate do Ethereum aumenta a demanda por GPUs.

No entanto, o Bitcoin e o Ethereum caíram hoje, ainda não está claro se isso é apenas uma correção ou um ajuste no preço devido a mudanças estruturais no comportamento dos usuários respondendo a censura política.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
TrustNodes
TrustNodeshttps://trustnodes.com
News on all things Blockchain, Ethereum, IoT, Fintech and Bitcoin.

Dogecoin passa banco Itaú, Santander e Bradesco em valor de mercado

Dogecoin, a criptomoeda feita como uma piada, surpreendeu o mundo após disparar 150% em poucas horas e ser negociada por um valor recorde de...

Pelé terá coleção NFT na plataforma Ethernity

Edison Arantes do Nascimento, conhecido mundialmente como Pelé, é o mais famoso jogador de futebol da história e é um grande ícone para os...

Rothschild investe R$ 26 milhões em Ethereum

A Rothschild Investment adquiriu mais de 265.302 ações da Grayscale Ethereum Trust, marcando seu primeiro investimento em Ethereum, o ativo digital nativo da plataforma...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias