Alguém pagou milhões em taxa de Bitcoin para movimentar apenas R$ 9 mil

Usuário da rede cometeu erro de enviar 0,074 BTCs e pagar uma taxa de 481.299 vezes a mais do que precisava. Ao todo, a pessoa responsável pela transação perdeu 20 bitcoins.

No último domingo (10), um usuário da rede bitcoin cometeu um dos maiores erros da história da moeda digital, ao pagar milhões de dólares em taxas para movimentar um pequeno valor.

Ao realizar a transação, o usuário configurou para enviar 0,074 BTCs, o equivalente a R$ 9.490,00, com a cotação do bitcoin em R$ 128 mil nesta segunda-feira (11).

Contudo, o erro cometido, e que custou muito caro, se deu na hora de configurar a taxa a ser paga aos mineradores. Isso porque, o responsável pela trapalhada colocou que pagaria 19 bitcoins como taxa, quase 20 moedas enviadas de forma errada.

Com isso, para mover pouco mais de 9 mil reais, foram pagos R$ 2,5 milhões de reais em taxa na rede bitcoin, que entrou para a história como uma das maiores já pagas.

Erro que custou milhões de reais entra para história

Os 510 mil dólares pagos em uma única taxa de rede chamou a atenção da comunidade mundial, que repercutiu o caso, principalmente no Twitter.

De acordo com uma apuração do Livecoins, para enviar 0,074 satoshis de bitcoin, o usuário precisaria ter pago apenas 17 sat/vB. Dados do site mempool.space apontam então que o usuário pagou 481.299 vezes a mais que o necessário.

Com isso, o fluxo da transação envolve mais as taxas que o próprio valor enviado, registrando um recorde de taxa aos mineradores.

Usuário pagou taxa de rede bitcoin com 19 BTCs, entrando para a história como uma das mais caras
Usuário pagou taxa de rede bitcoin com 19 BTCs, entrando para a história como uma das mais caras/ Foto: mempoolspace.

Vale lembrar que, a rede bitcoin não permite estorno de valores e, além disso, a transação já conta com 105 confirmações de rede. Ou seja, o erro está gravado na história para sempre com a transação definitiva.

Após erro de taxa de rede de milhões, minerador vai aguardar 3 dias para devolver valor se alguém comprovar ser o dono

Apesar da trapalhada do usuário que mantinha a posse de pelo menos 20 bitcoins, ainda há uma luz no final do túnel para que ele recupere algum valor.

Mesmo assim, ele deverá correr contra o tempo. Isso porque, o minerador responsável por encontrar a fortuna em taxa de rede se comprometeu a devolver o valor para seu dono.

Via Twitter, Chun, conhecido como “satoshifi”, disse que se o antigo dono dos valores comprovar em até 72 horas ser o legítimo dono, ele devolverá tudo. Caso ninguém apareça, ele declarou que vai redistribuir os bitcoins entre vários mineradores.

“Colocarei esses 20 BTC em espera por enquanto. Para ser redistribuído aos mineiros se ninguém vier reivindicá-lo após três dias.”

O caso chama atenção para a importância de se toar cuidado ao realizar uma transação de bitcoin, conferindo os valores de envio e de taxa antes de proceder ao envio definitivo. Outro detalhe importante é se manter atento as taxas praticadas pela rede no momento do envio, e sites como o Mempool Space ajudam os usuários a ter uma noção.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Bitcoin 2024

Últimas notícias