Altcoins podem cair 90% se o bear market continuar, aponta analista

Assim como as altcoins possuem forte correlação com o Bitcoin, o próprio bitcoin está sofrendo muita influência do mercado de ações. Para outros analistas, o motivo disto é a entrada de grandes players, além da facilidade em sair de suas posições.

Marca de patada de urso em logotipos de diversas criptomoedas.
Marca de patada de urso em logotipos de diversas criptomoedas.

Citando que as criptomoedas alternativas (altcoins) já caíram bastante, um famoso analista aponta que a queda pode ser ainda maior, de 90%. O motivo é a correlação destas moedas com o Bitcoin, que ainda está lutando para manter-se acima dos 30 mil dólares.

Caso o Bitcoin caia desta região, as altcoins não só acompanharão a queda como terão prejuízos ainda maiores. Conforme noticiado pelo Livecoins, hoje a dominância do Bitcoin é a maior dos últimos 6 meses, e o bear market (mercado de baixa) é um destes motivos.

Afinal, grandes investidores estão tomando menos riscos ao abandonar criptomoedas pequenas. Além disso, projetos fracos tendem a evaporar durante estes períodos, o que é bom para o longo prazo do setor.

Investimento de alto risco

Embora algumas altcoins consigam apresentar um desempenho superior ao do Bitcoin durante períodos de euforia, o contrário se aplica aos mercados de baixa. Em geral, estas costumam apresentar perdas maiores, conforme investidores buscam por posições menos arriscadas.

Mesmo que as altcoins já tenham apresentado uma forte queda, perdendo cerca de R$ 4,5 trilhões desde novembro, um famoso investidor alertou que as perdas podem ser ainda maiores. O motivo é correlação destas moedas com o próprio Bitcoin, hoje em uma zona crítica que pode determinar o que acontecerá no médio prazo.

“As altcoins retrocederam muito. Mas os Bear Markets anteriores sugerem que elas podem cair ainda mais. Se o #BTC perder seu suporte, isso trará mais quedas ao mercado de criptomoedas.”

“Isso pode fazer com que as altcoins sigam sua correção padrão durante um Bear Market de mais de -90%”

Bitcoin também é influenciado por outros mercados

Assim como as altcoins possuem forte correlação com o Bitcoin, o próprio bitcoin está sofrendo muita influência do mercado de ações. Para outros analistas, o motivo disto é a entrada de grandes players, além da facilidade em sair de suas posições.

“Para as instituições, é mais fácil liquidar suas posições em criptomoedas, especialmente com acesso 24/7 ao seu capital do que em outras posições, então elas tendem a ser as primeiras posições fechadas.”, aponta Howard Greenberg da Prosper Trading Academy.

Uma leitura semelhante do mercado também é compartilhada pelo Morgan Stanley, um dos maiores bancos do mundo. Em nota a seus investidores, o banco afirma que hoje o Bitcoin é dominado por instituições, o que é ótimo em mercados de alta e péssimo nos de baixa.

“Os comerciantes de varejo eram dominantes há cerca de quatro anos, quando o bitcoin era negociado abaixo de US$ 10 mil”, declara o Morgan Stanley em nota. “Acreditamos que o aumento do envolvimento de instituições, que são sensíveis à disponibilidade de capital e, portanto, às taxas de juros, contribuiu em parte para a alta correlação entre bitcoin e ações.”

Portanto, o péssimo desempenho do S%P500 (índice que reúne as principais 500 empresas dos EUA) no início deste ano é uma amostra de quanto os mercados estão estressados. O que acaba refletindo no Bitcoin e ainda mais nas altcoins, portanto, o momento é de cautela.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias