Amazon diz que não aceitará criptomoedas como pagamento tão cedo

outros gigantes como Google já estão de olho nas criptomoedas. Portanto, parece ser apenas questão de tempo para que a Amazon considere trabalhar com Bitcoin e outras moedas.

Amazon
Amazon

Em conversa com a CNBC, Andy Jassy, diretor-executivo da Amazon, afirmou que a empresa não está pensando em adicionar criptomoedas como método de pagamento em um futuro próximo.

Indo além, o diretor-executivo da Amazon também afirmou que não possui Bitcoin (BTC) ou NFTs.

Apesar disso, Jassy mostrou-se confiante com as criptomoedas, especialmente com o setor de NFTs, esperando crescimento significativo. Bem como apontou a possibilidade de negociação de tais tokens dentro da Amazon.

Esta seria uma forma de concorrer com o eBay, outro gigante do comércio eletrônico, afinal esta já possui um mercado dedicado aos NFTs. Além disso, o eBay já mostrou interesse aceitar criptomoedas como forma de pagamento.

Voltando a Amazon, após a empresa abrir uma vaga para “líder de produto de moeda digital e blockchain” no ano passado, surgiram rumores de que a mesma aceitaria criptomoedas. Contudo, a empresa rapidamente negou tais rumores.

Por fim, outros gigantes como Google já estão de olho nas criptomoedas. Portanto, parece ser apenas questão de tempo para que a Amazon considere trabalhar com Bitcoin e outras moedas.

“Imagino que os NFTs continuem crescendo de forma muito significativa. Provavelmente não estamos perto de adicionar criptomoedas como um mecanismo de pagamento em nosso negócio de varejo. Mas acredito que com o tempo você verá as criptomoedas se tornarem grandes, então é possível… é possível no futuro.”, declarou Andy Jassy, CEO da Amazon.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias