Ao instalar câmera na casa de idoso, homem rouba R$ 2,7 milhões em criptomoedas

Caso mostra perigo de instalações de sistemas de segurança em sua própria casa.

Câmeras de olho em aplicativo de negociação de criptomoedas
Câmeras de olho em aplicativo de negociação de criptomoedas

Um homem roubou R$ 2,7 milhões em criptomoedas de um idoso após instalar os sistemas de segurança em sua casa e obter dados sigilosos da vítima.

O curioso caso mostra o quanto as criptomoedas entraram na mira de criminosos, que buscam obter essas por meio de várias práticas fraudulentas. Além disso, reforça a necessidade de não comentar publicamente sobre investimentos feitos neste setor, que podem colocar em risco a própria vida.

Nos últimos anos, o bitcoin passou por uma grande valorização de mercado e muitas pessoas gostaram de ver o movimento, inclusive bandidos e estelionatários.

Homem instala câmera na casa de idoso e rouba milhões em criptomoedas

De acordo com informações divulgadas pelo Tampa Bay Times, um jornal local da Flórida, nos Estados Unidos, um homem de 27 anos foi preso nos últimos dias, após roubar US$ 575 mil em criptomoedas de um idoso.

Considerando a cotação do Dólar, o valor supera os R$ 2,7 milhões que foram levados pelo suspeito. Segundo a apuração policial do caso, ele instalava uma câmera de segurança na casa do idoso, quando detectou uma carteira hardware wallet da Trezor no ambiente.

Aproveitando o descuido do cliente, que deixou a senha armazenada praticamente ao lado da carteira, ele obteve acesso aos fundos e levou tudo do idoso. Controlando várias carteiras, ele transferiu todos os fundos para suas posses e deixou seu cliente que tem 65 anos ou mais sem nada.

O caso mostra a importância de se armazenar senhas em locais seguros, longe da carteira inclusive. Apesar do suspeito ter sido identificado, com experiência em TI e hacker ético, ele não devolveu os valores e saiu da prisão pagando uma fiança de US$ 60 mil na última sexta-feira (8).

Cuidados com dispositivos, em qualquer lugar

O que chama atenção no caso é para a audácia dos criminosos na busca em obter vantagens financeiras por meio de ações fraudulentas. Contudo, isso também lembra aos investidores o quanto é importante proteger os dispositivos onde as criptomoedas estão custodiadas.

Assim, ao acessar uma carteira com criptomoedas, é importante não realizar essa ação em público sem o cuidado para quem está observando o acesso. Além disso, câmeras de vigilância nos locais públicos que aceitam Bitcoin e outras criptomoedas também podem levar risco, como revelado pelo caso na Flórida.

Já a senha de uma carteira é a parte fundamental de todo o mercado, visto que ao se obter criptomoedas e guardar por conta própria, você se torna seu próprio banco.

De qualquer forma, em casos de perda de criptomoedas recuperar o valor pode ser complicado ou até impossível, mesmo que o ladrão seja identificado.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias