Aplicativo de combate à Covid-19 é criado com uso da blockchain

-

Siga no
Reprodução/MIT

A Pandemia da Covid-19 tem sido um momento e muitas preocupações e crises para a maioria das pessoas, mas também um momento de criar alternativas para lidar com a situação. Uma aliança entre diferentes entidades anunciou o primeiro aplicativo latino-americano para combater a Covid-19.

A aliança está sendo liderada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pretende usar um aplicativo com a tecnologia blockchain para combater o coronavírus.

Chamado de David-19, o app vai permitir que os cidadãos possam ajudar o governo a rastrear os dados sobre a pandemia, mas sem expor seus usuários.

Uma das principais formas de combater uma pandemia como essa, e que os governos estão tentando fazer, é o gerenciamento e estudo de dados sobre os infectados confirmados, casos suspeitos, pessoas em isolamento, entre outros.

Esse tipo de controle é fundamental para conseguir aumentar a eficiência quarentena e, eventualmente, conseguir frear o avanço do vírus. E qual a melhor forma de fazer isso se não através de uma tecnologia imutável, transparente e, principalmente, descentralizada?

David-19 quer alavancar a tecnologia da descentralização para uma base de dados que além de eficiente, também proteja a identidade dos usuários.

O objetivo do aplicativo é criar um registro comum descentralizado sobre o status de cada um dos usuários e se eles estão em quarentena ou não.

Isso vai ajudar a mapear as áreas de situação de risco e aumentar os dados com qual as autoridades de saúde possam se basear para criar estratégias mais eficientes para a atual situação.

Segundo informações da Agência de Notícias AFP, os dados permitiram o desenvolvimento de um passaporte digital de saúde.

Inspiração em programas de sucesso na Ásia

aplicativo covid-19
A pandemia da Covid-19 tem abalado consideravelmente várias economias.

O aplicativo contra Covid-19 foi inspirado por diferentes ferramentas utilizadas em países asiáticos, mais especificamente em Singapura e Coreia do Sul. Esses dois países são considerados exemplos positivos no controle do coronavírus.

Na Ásia as ferramentas utilizaram a rastreabilidade e estratégias de distanciamento social, no entanto, eram compulsivas e centralizadas. No caso do David-19, além de funcionar através de voluntários, utilizará a descentralização da blockchain.

Alejandro Pardo, especialista do laboratório de inovação do BID, disse em entrevista à AFP:

“Pode ser a primeira experiência regional do uso de um modelo de identidade soberana que deixa cada cidadão sob o controle de seus dados pessoais, permitindo que assumam a responsabilidade e colaborem ativamente no controle da pandemia”

A blockchain garante a transparência e veracidade das informações, no entanto, ainda mantém a privacidade de cada um dos usuários.

Saiba tudo sobre:
Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Anúncio

Bitcointrade - 95% dos depósitos aprovados em até 30 minutos!

Eleita a melhor corretora do Brasil. Segurança, Liquidez e Agilidade. Não perca mais tempo, complete seu cadastro em 5 minutos!

Complete seu cadastro em 5 minutos!
Avatar
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

YouTube exibe anúncios de golpe que rouba Bitcoin

Recentemente os golpes com Live Falsas têm se tornado cada vez mais comuns. Curiosamente, a grande maioria delas também estão utilizando o nome de...
Gráficos de ações listadas em bolsa de valores

Nova Bolsa de Valores no Brasil poderá usar Blockchain

O Brasil poderá ver uma nova bolsa de valores sendo instalada no país em breve, segundo rumores. A iniciativa, que estaria sendo conduzida pelo...

Coluna do TradingView: Enquanto o BTC Dorme, as ALTS Fazem a Festa

A mais de 60 dias consolidado, Bitcoin não mostrou reação, do contrário de suas irmãs altcoins. Confira os estudos dos analistas do TradingView. Adrian Caveira BTCUSD depois...