Aplicativo de combate à Covid-19 é criado com uso da blockchain

Siga no
Reprodução/MIT

A Pandemia da Covid-19 tem sido um momento e muitas preocupações e crises para a maioria das pessoas, mas também um momento de criar alternativas para lidar com a situação. Uma aliança entre diferentes entidades anunciou o primeiro aplicativo latino-americano para combater a Covid-19.

A aliança está sendo liderada pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pretende usar um aplicativo com a tecnologia blockchain para combater o coronavírus.

Chamado de David-19, o app vai permitir que os cidadãos possam ajudar o governo a rastrear os dados sobre a pandemia, mas sem expor seus usuários.

Uma das principais formas de combater uma pandemia como essa, e que os governos estão tentando fazer, é o gerenciamento e estudo de dados sobre os infectados confirmados, casos suspeitos, pessoas em isolamento, entre outros.

Esse tipo de controle é fundamental para conseguir aumentar a eficiência quarentena e, eventualmente, conseguir frear o avanço do vírus. E qual a melhor forma de fazer isso se não através de uma tecnologia imutável, transparente e, principalmente, descentralizada?

David-19 quer alavancar a tecnologia da descentralização para uma base de dados que além de eficiente, também proteja a identidade dos usuários.

O objetivo do aplicativo é criar um registro comum descentralizado sobre o status de cada um dos usuários e se eles estão em quarentena ou não.

Isso vai ajudar a mapear as áreas de situação de risco e aumentar os dados com qual as autoridades de saúde possam se basear para criar estratégias mais eficientes para a atual situação.

Segundo informações da Agência de Notícias AFP, os dados permitiram o desenvolvimento de um passaporte digital de saúde.

Inspiração em programas de sucesso na Ásia

aplicativo covid-19
A pandemia da Covid-19 tem abalado consideravelmente várias economias.

O aplicativo contra Covid-19 foi inspirado por diferentes ferramentas utilizadas em países asiáticos, mais especificamente em Singapura e Coreia do Sul. Esses dois países são considerados exemplos positivos no controle do coronavírus.

Na Ásia as ferramentas utilizaram a rastreabilidade e estratégias de distanciamento social, no entanto, eram compulsivas e centralizadas. No caso do David-19, além de funcionar através de voluntários, utilizará a descentralização da blockchain.

Alejandro Pardo, especialista do laboratório de inovação do BID, disse em entrevista à AFP:

“Pode ser a primeira experiência regional do uso de um modelo de identidade soberana que deixa cada cidadão sob o controle de seus dados pessoais, permitindo que assumam a responsabilidade e colaborem ativamente no controle da pandemia”

A blockchain garante a transparência e veracidade das informações, no entanto, ainda mantém a privacidade de cada um dos usuários.

Leia mais sobre:
Matheus Henrique
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Confronto entre Bitcoin e Dólar BTC USD hoje preço

Bitcoin volta a subir após EUA aprovar pacote de estimulo de US $ 1,9...

Depois de vários dias em queda, o Bitcoin voltou a ser negociado acima de US $ 50 mil neste domingo (7). A moeda digital...
Comprar Cardano

Cardano e proteção de animais silvestres

Como holder da Cardano, você provavelmente está interessado em delegar suas ADAs a uma pool pra receber uma renda passiva. Resumindo, você está interessado em...

Empresa chinesa de capital aberto compra Bitcoin e Ethereum

A Meitu, uma empresa chinesa de capital aberto com valor de mercado de US $ 12 bilhões, comprou US $ 40 milhões em Bitcoin...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Cardano e proteção de animais silvestres

Como holder da Cardano, você provavelmente está interessado em delegar suas ADAs a uma pool pra receber uma renda passiva. Resumindo, você está interessado em...

Empresa chinesa de capital aberto compra Bitcoin e Ethereum

A Meitu, uma empresa chinesa de capital aberto com valor de mercado de US $ 12 bilhões, comprou US $ 40 milhões em Bitcoin...

Len Sassaman pode ter sido o criador do Bitcoin

Um cypherpunk especialista em criptomoedas poderia ser o criador do Bitcoin, de acordo com um extenso artigo publicado no início de fevereiro de 2021, por...

John McAfee é indiciado por golpe com criptomoedas

O empresário de tecnologia e ex-magnata do antivírus John McAfee foi indiciado pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ) por lavagem de dinheiro...

Desenvolvedores do Ethereum aprovam proposta para reduzir taxas

Depois de muita discussão pública e aprovação dos mineradores, os desenvolvedores do Ethereum aprovaram o mercado de taxas proposto pela EIP-1559, prevista para ser...