Inicio Bitcoin Após prisão de Julian Assange, Wikileaks vê aumento de doações em Bitcoin

Após prisão de Julian Assange, Wikileaks vê aumento de doações em Bitcoin

Julian tem sido um defensor de longa data da comunidade de Bitcoin. Sua prisão foi protestada com o endereço público do Wikileaks novamente vendo um grande aumento nas doações de bitcoin.

-

Compartilhe

Conforme noticiado pelo Livecoins nesta manhã, Julian Assange, co-fundador do Wikileaks e simpatizante do Bitcoin foi preso na embaixada equatoriana em Londres e enfrenta extradição para os EUA por acusações de conspiração.

Julian passou os últimos sete anos buscando asilo na embaixada equatoriana, mas finalmente perdeu o apoio do governo. Ele foi preso hoje, 11 de abril, por não comparecer aos tribunais britânicos. Julian tinha um mandado de prisão sueco por alegações de agressão sexual e seu envolvimento com a Wikileaks, no entanto, o governo britânico pediu sua prisão por não comparecer ao tribunal para responder a essas acusações.

O elefante branco no meio da sala para esta acusação é o envolvimento do governo federal dos EUA, que o persegue com uma acusação de conspiração.

Após Julian ser preso, a Wikileaks liberou acesso a vários arquivos:

Wikileaks e Bitcoin

Julian tem sido um defensor de longa data da comunidade de Bitcoin por sua capacidade de contornar as repressões internacionais dessa natureza. Depois que o PayPal se juntou aos bancos suíços e norte-americanos ao proibir os usuários de enviar doações ao Wikileaks, Julian começou a aceitar doações em bitcoin como principal meio de financiamento.

O Wikileaks se tornou uma das primeiras grandes instituições a aceitar o método de pagamento, trazendo cobertura internacional da imprensa.

Desde então, o Wikileaks passou a receber uma quantidade gigantesca de bitcoins ao longo dos anos. Em 2016, o endereço de doação público do site atingiu o marco de uma enorme quantia de 4.000 bitcoins, uma soma de milhões de dólares.

Com a insistência obstinada que o governo dos EUA demonstrou ao perseguir Julian e outros, seu futuro após a extradição parece sombrio.

Edward Snowden, que está escondido na Rússia há vários anos, chamou a prisão de Julian de “um momento sombrio para a liberdade de imprensa”.

A prisão de Julian foi protestada pela comunidade de criptomoedas, com o endereço público do Wikileaks novamente vendo um grande aumento nas doações de bitcoin de uma variedade de fontes.

Se você gostaria de doar para a missão do Wikileaks, os endereços de doação em criptomoeda da organização podem ser encontrados aqui.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitter para começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

FMI e Banco Mundial criam criptomoeda própria

De acordo com um artigo do Financial Times, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial estão desenvolvendo conjuntamente uma blockchain privada para futuras experimentações...

Corretora de criptomoedas japonesa remove Bitcoin Cash em resposta a remoção do Bitcoin SV da Binance

A SBI Virtual Currencies, uma corretora de criptomoedas japonesa removeu o Bitcoin Cash de sua plataforma em resposta à recente remoção do Bitcoin...

Plataforma de David Chaum busca operadores de nós brasileiros para o teste BetaNet

A solicitação para executar o lançamento de um "node" - nó - BetaNet da plataforma Elixxir, de David Chaum está aberta até sexta-feira à...
 
Compartilhe
close-link