Bitcoin Cash, Dash, Nano e XRP – As piores criptos do último ciclo de alta

Siga no
Queda do Bitcoin e seu efeito dominó no mercado
Queda do Bitcoin e seu efeito dominó no mercado

Impulsionado pela alta do Bitcoin no final de 2017 e início de 2018, o mercado otimista fez muitas criptomoedas registrarem topos históricos no período. Apesar disso, após quatro anos muitas delas estão longe de seu glamour daquele ciclo de alta.

Com perdas de pelo menos 80%, em relação ao seu preço máximo, e chegando até 99,79%, este artigo cobre as piores criptomoedas que por muitos já são consideradas como mortas, embora ainda tenham alguns otimistas em algumas delas como o Lobo de Wall Street com a Ripple (XRP).

Podemos observar este padrão em ciclos de alta passados do Bitcoin, chamando atenção para o atual. Um bear market pode ser catastrófico para muitos projetos que hoje são considerado grandes demais para quebrar.

Como transformar R$ 1 milhão em R$ 2.400

A pesquisa feita por um usuário do Reddit é interessante por apresentar criptomoedas com comunidades fortes e engajadas em provas que suas moedas eram melhores que o BTC, como é o caso do Bitcoin Cash (BCH) e da Nano (XNO).

Apesar de seus desejos em resolver problemas de escalabilidade, ambas derreteram 89% e 90,3%, respectivamente, desde o último período de alta do Bitcoin, em 2017/2018. Junto a lista estão outros projetos famosos, na época, como IOTA, Dash e NEO.

Lista das piores criptomoedas do último ciclo de alta. Fonte: Reddit

Outra famosa criptomoeda que prometia soluções de escalabilidade era a EOS. Apesar de batido recordes de arrecadação na época, 4 bilhões de dólares, seu preço está 85,2% abaixo da sua máxima histórica.

A maior perdedora desta lista é a Revain (REV), embora já tenha sido negociada por 4 dólares, hoje está valendo 1 centavo de dólar. Esta queda representa 99,76%, ou seja, quem comprou R$ 1 milhão em REV no seu topo, transformou este valor em R$ 2.400 caso não tenha vendido.

História se repete

O Bitcoin já passou por três grandes altas, em 2013, 2017 e agora em 2021. Com isso, o Livecoins realizou um estudo sobre as mudanças das 10 maiores criptomoedas, notando que muitas delas desapareceram.

Novamente poderemos ver este topo mudar, derrubando moedas que hoje estão sobrevalorizadas devido à especulação de qual dominará determinados setores, como de contratos inteligentes que abrigam tokens de setores de jogos, NFTs e outros casos de uso.

Com isso, fica o lembrete para que você não compre o próximo FunToken (FUN) deste ciclo e amargue 94,6% de perdas nos próximos quatro anos. Afinal, altcoins vão e vem, mas o Bitcoin é eterno.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.
Robert Kiyosaki

Robert Kiyosaki diz que crash do Bitcoin é uma “excelente notícia” – “Hora de...

Não é segredo para ninguém que o mercado de criptomoedas está em um período bem complicado, com uma correção que começou na virada do...
XP Investimentos e gráficos ao fundo

XP Investimentos lança fundo focado em metaverso

A XP Investimentos e a corretora Rico anunciaram nesta segunda-feira (24) um fundo focado no metaverso, que estará disponível para seus clientes. A XP...

Nova ameaça ao Ethereum? Fantom ultrapassa Solana, BSC e Avalanche

Com o setor DeFi ainda sendo um ponto importante para o mercado de criptomoedas e diferentes ecossistemas, uma rede está se destacando em relação...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias