Atlas Quantum: Cliente pede R$ 18 milhões na justiça e bloqueio do passaporte de CEO

Siga no

Dois clientes da Atlas Quantum pedem na justiça 435 bitcoins – o equivalente a aproximadamente R$ 18 milhões – e bloqueio de passaporte do CEO da empresa, Rodrigo Marques. 

Os autores do processo, LUÍS RENATO possui a quantia de 188 bitcoins na Atlas, PAULO GUSTAVO possui 256 BTCs, juntos, acionaram a justiça após a Atlas não honrar um acordo.

De acordo com o processo (1091568-13.2019.8.26.0100), a Atlas fez um acordo com os clientes e prometeu realizar a transferencia de 115 bitcoins para cada um deles no dia 13 de setembro de 2019 (sexta-feira), mas não honrou.

Ou seja, mesmo diante da tentativa de resolução amigável, de forma extrajudicial, as Requeridas não honraram com o compromisso, ocasião em que não restou outro alternativa senão o ajuizamento da presente demanda.

Com medo de uma prossível fuga do CEO da Atlas, além de pedir na justiça que a empresa devolva os bitcoins investidos na plataforma, os autores do processo pedem também que o passaporte de Rodrigo Marques seja bloqueado.

“Os Autores vêm, por meio desta demanda, requerer a concessão de tutela de urgência de natureza cautelar, nos termos dos artigos 294 e seguintes, cumulada com o artigo 301,
todos do Código de Processo Civil, de modo a, desde já, REQUERER o arresto da quantia de R$ 18.296.782,15 (dezoito milhões duzentos e noventa e seis mil setecentos e oitenta e dois reais e quinze centavos) nas contas de titularidade das Requeridas, valor este correspondente, nesta data, do montante de 435,63767023 bitcoins existentes nas contas dos Autores, e bloqueados para transferências e saques pelas Requeridas.”

“Ademais, para evitar-se o risco de fuga do sócio das Empresas Requeridas, uma vez que os Autores possuem conhecimento de que o mesmo possui residência em diversos países,
REQUER-SE o bloqueio do passaporte do Sr. RODRIGO MARQUES DOS
SANTOS, brasileiro, empresário, residente a rua …”

Atlas Quantum com dificuldades de pagar clientes

Após a veiculação da notícia de que a Comissão de Valores Imobiliários (CVM) proibiu a Atlas de ofertar investimentos em bitcoins, a empresa passou a não conseguir honrar seus compromissos com os clientes, aumentando os prazos de saques para até 30 dias.

No Reclame Aqui, vários clientes continuam registrando reclamações de atrasos de saques, e funcionários da empresa começaram a deletar a Atlas de seus perfis.

Em resposta a reportagem do Livecoins, a Atlas enviou a seguinte nota:

“O Atlas Quantum informa que, quando notificado, se manifestará nos autos do processo. Sobre a questão dos saques, a empresa acrescenta que está trabalhando para resolvê-la no prazo mais breve possível.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Fundador do Livecoins. Analista de Sistemas, entusiasta de criptomoedas e blockchain. Tradutor do site Bitcoin.org
Homem segurando criptomoedas em mão

Secretários de Macaé são acusados de enriquecimento ilícito e investimentos “elevados” em criptomoedas

Alguns secretários municipais de Macaé foram acusados em redes sociais de obter enriquecimento ilícito e negociar criptomoedas, obtendo para si vantagens indevidas. A negociação de...
Homem jogando dinheiro para cima bilionários do Bitcoin

Usuário compra bitcoin por 11 mil dólares durante flash crash da Binance

Durante uma queda repentina nos preços de várias moedas na Binance americana, onde o Bitcoin chegou a ser negociado por 8.200 dólares por menos...

Bitcoin atingiu novo recorde histórico, o que mudou na rede?

OÉ importante manter a conjuntura Macro clara, e para isso, os indicadores cíclicos continuam atualizar a cada dia que passa junto com o preço...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias