Bakkt pode chegar ao Brasil com serviços comerciais

Empresa que ganhou fama após parcerias importantes e permite pagamentos com criptomoedas.

Bakkt, empresa de serviços com bitcoin
Bakkt, empresa de serviços com bitcoin

A Bakkt indicou em um recente pedido de registro de marca que pode chegar ao Brasil com sua operação em breve. Presente no mercado de criptomoedas dos Estados Unidos desde 2019, a empresa oferece vários serviços no setor e detém importantes parcerias.

Em agosto de 2019, por exemplo, a simples aprovação do funcionamento da Bakkt elevou a cotação do bitcoin no mercado, mostrando que a empresa é importante.

Além de oferecer a venda de bitcoin por meio de APIs, a Bakkt atualmente é parceira das marcas Google, Starbucks, Mastercard e várias outras. Ou seja, sua chegada ao Brasil poderia trazer mais opções de consumo com criptomoedas para a população.

Bakkt pede registro de marca no Brasil

O Livecoins teve acesso ao pedido de registro de marca da empresa Bakkt no Brasil, solicitação feita ao INPI no último dia 11 de abril de 2022. No material, a empresa com sede em Nova Iorque solicita seu registro na classe NCL(11) 36, que trata dos setores de “seguros; negócios financeiros; negócios monetários; negócios imobiliários“.

A empresa especificou que pode oferecer serviços de corretora de criptomoedas pela internet, além de assistência a terceiros na conclusão de operações no setor.

Outra possibilidade da empresa seria a de gestão e custódia de criptomoedas, processamento de transações, entre outras mais. Como o pedido foi feito recentemente, ele ainda está em fase de avaliação pela autarquia brasileira que cuida do registro de marcas.

Pedido da Bakkt junto ao INPI no Brasil
Pedido da Bakkt junto ao INPI no Brasil/Reprodução.

Vale lembrar que o pedido foi feito por uma empresa fiscalizada e regulada pela CVM dos EUA, a SEC. A Bakkt tem até uma parceria com a bolsa de valores ICE, segundo um protocolo na SEC de novembro de 2021.

Bakkt de olho nas demografias interessadas no mercado de criptomoedas

Até o momento, contudo, apenas o  registro de marca não é garantia que a Bakkt planeje chegar ao Brasil, visto que a manobra pode ser apenas uma forma de proteger sua marca no país.

Mas chama atenção que dias antes de protocolar seu pedido de marca no Brasil, o CEO da Bakkt, Gavin Michael, disse em uma entrevista ao Yahoo Finanças que as criptomoedas vieram para ficar.

Além disso, ele disse que a empresa está vendo mais demografias interessadas em criptomoedas, sendo o objetivo principal da empresa prover educação e acessibilidade ao setor, mediante pontos de recompensa.

Ou seja, com o volume crescente de negociações de criptomoedas no Brasil, a Bakkt pode ter visto no país um potencial mercado para expandir seus serviços.

Vale lembrar que muitas empresas dos Estados Unidos estão chegando ao país, com destaque para a Coinbase, maior corretora daquele país e que já está com várias vagas de emprego em aberto na América Latina.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias