Baleia misteriosa movimenta R$ 7,2 bilhões em bitcoin em uma única transação, quem é?

Taxa de transação custou apenas 6,36 BRL

Imagem: Pixabay

Na madrugada desta quarta-feira (22), uma baleia moveu cerca de 7,2 bilhões de reais em bitcoin em uma única transação. O movimento foi observado pelo Bitcoin Block Bot, que informa sobre grandes movimentações de dinheiro e outras curiosidades.

“Alerta de baleia! Alguém moveu 31.493 BTC ($1B) no bloco 701.384”

Analisando a transação, tudo indica que a baleia enviou 800 BTC, 185 milhões de reais, para outro endereço e os outros 30,693.41091779 BTC foram para um endereço de troco. O valor deste “troco” é de 7,1 bilhões de reais.

O endereço que recebeu este troco agora ocupa a 27ª colocação entre as carteiras mais ricas de Bitcoin, conforme informações do site BitInfoCharts.

Baleia comedora de sardinha

O endereço que originou estas transações foi usado pela primeira vez em junho de 2020 ao receber 4.000 BTC e então sacou essa mesma quantia em outubro do mesmo ano.

Baleia acumulando BTC nos últimos 12 meses. Fonte: bitinfocharts

A partir desta data, quando o Bitcoin ainda estava valendo cerca de 80.00 reais, a baleia começou a acumular BTC sem parar, geralmente fazendo depósitos entre 50 e 100 BTC por cada transação.

Quem é o dono?

Poucos players têm tanto Bitcoin assim no bolso, deixando as exchanges de lado, cujo endereços são conhecidos e etiquetados, as únicas instituições que declaradamente possuem mais de 30.000 BTC são: MicroStrategy, Tesla, Block.one, bem como os fundos da Grayscale e CoinShares e dos países Bulgária e Ucrânia.

Apesar da transparência da blockchain do Bitcoin, é impossível determinar quem é o dono da carteira devido ao seu pseudo-anonimato. Todavia podemos retirar alguns deles da lista de prováveis donos:

A Tesla comprou BTC uma única vez, os BTC declarados pela Ucrânia são de vários funcionários públicos e nenhum deles possui tal quantidade. Já os BTC da Bulgária são frutos de apreensões. Bem como a Grayscale e a Block.one também parecem não ter comprado nenhum BTC nos últimos três meses.

Talvez esta possa ser uma das carteiras da MicroStrategy, já que Michael Saylor, CEO da empresa, começou anunciou a primeira compra de BTC em agosto do ano passado.

Uma curiosidade sobre esta transação de mais de 7 bilhões de reais é que a sua taxa custou apenas 6,36 reais.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias