Banco de Brasília abre concurso e exige conhecimentos em criptomoedas

Em 2019, banco público já havia pedido conhecimentos no setor e volta a repetir exigência.

Bitcoin com chapéu de formado em carrinho de compras
Bitcoin com chapéu de formado em carrinho de compras

O Banco de Brasília abriu nesta quinta-feira (7) um concurso público, exigindo dos candidatos conhecimentos em criptomoedas. No último ano, este é o terceiro banco público brasileiro a realizar um certame cobrando conhecimentos nessa tecnologia financeira.

Em 2019, o Banco de Brasília já havia realizado um concurso público exigindo conhecimentos em criptomoedas, blockchain e outras tecnologias afins.

O assunto ganhou muito destaque nos últimos anos, após uma adoção em massa de soluções ligadas a essas tecnologias. Dessa forma, os bancos de todo o mundo mostram interesse na iniciativa, mesmo aqueles públicos.

Banco de Brasília volta a exigir conhecimentos específicos em criptomoedas para concurso

O Banco de Brasília é uma instituição de economia mista, mas tem o Governo do Distrito Federal como seu maior acionista. Dessa forma, para ingressar na carreira funcional da instituição é necessário participar de concurso público.

E nesta quinta, o Banco de Brasília (BRB) abriu um novo edital de concurso público, do qual volta a exigir conhecimentos em criptomoedas dos participantes.

A exigência é tida como um conhecimento específico para investir na carreira do cargo de Escriturário, de nível médio.

OS BANCOS NA ERA DIGITAL (presente e tendências). 1 Internet banking, banco
virtual e “dinheiro de plástico”. 2 Mobile banking. 3 Open banking. 4 O comportamento do consumidor na relação com o banco. 5 A experiência do usuário. 6 Segmentação e interações digitais. 7 Inteligência artificial cognitiva. 8 Banco digitalizado x banco digital. 9 Fintechs e startups. 10 Soluções mobile e service design. 11 O dinheiro na era digital: Blockchain e demais criptomoedas. 12 O desafio dos bancos na era digital.

Ou seja, para entrar em um cargo público, os novos candidatos devem mostrar que acompanham as tendências financeiras e temas de novas moedas digitais, as criptomoedas. As inscrições para esse concurso serão de 17 de agosto a 3 de outubro de 2022.

No Brasil, por exemplo, produtos de investimentos já são ofertados pela B3 e ligados ao mercado de criptomoedas, que bancos já comercializam para seus clientes investidores. Ou seja, a realidade bancária vê uma crescente desse tema em suas relações de inovação tecnológica, ou mesmo na oferta de investimentos.

Caixa Econômica e Banco do Brasil já exigiram conhecimento em 2021

Em 2021, o Banco do Brasil liberou um concurso público para o cargo de Escriturário, considerando o Bitcoin como moeda em edital.

Após isso, a Caixa Econômica pediu conhecimento sobre Bitcoin em concurso público, dessa vez para o cargo de “Técnico Bancário Novo”. Isso mostra que os bancos públicos brasileiros já reconhecem as criptomoedas como forma de dinheiro pela internet e digital, inclusive o Bitcoin.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias