Bitcoin, blockchain e criptomoedas serão temas abordados em concurso público do Banco de Brasília

Concurso exige que candidatos tenham conhecimento em Bitcoin e tecnologia blockchain.

-

Siga no
Anúncio

Com a popularização cada vez maior do ecossistema cripto, o bitcoin e a tecnologia blockchain aterrissam na esfera de concursos públicos e serão temas de processo seletivo para o Banco de Brasília (BRB).

Segundo o edital, lançado no início deste mês, o concurso tem como objetivo o preenchimento de 100 vagas para o cargo de escriturário, bem como a formação de cadastro de reserva para demais aprovados.

Conhecimento em Bitcoin e Blockchain

Além de demostrar competências relacionadas a assuntos gerais, como língua portuguesa e raciocínio lógico, o candidato deverá estar apto para responder questões específicas relacionadas ao mercado cripto, como destaca o tópico do edital  “Dinheiro na era digital: blockchain, Bitcoin e demais criptomoedas”.

Anúncio

Outras tendências da era digital como mobile banking, inteligência artificial, fintechs e startups são exemplos adicionais de assuntos presentes no conteúdo programático. Bem como experiência do usuário, segurança da informação e conhecimentos sobre a estrutura do sistema financeiro nacional.

A inclusão de temas relacionados ao meio criptográfico no concurso de um banco público, é uma evidência de que o governo está cada vez mais atento aos benefícios  e desenvolvimento da tecnologia descentralizada.

Na última semana, por exemplo, o Banco Central foi notícia ao divulgar um relatório que destaca a importância da blockchain para o processo de modernização do sistema financeiro do país.

Informações sobre o cargo

Contando com uma carga horária de 30 horas semanais, a vaga oferece um salario de R$ 3.204, 26 + benefícios, incluindo assistência médica, auxílio refeição e participação nos lucros.

Para concorrer a vaga, o candidato precisa ter concluído o ensino médio, além de ter a idade mínima de 16 anos completos na data de contratação.

Aprovado, o novo escriturário irá executar atividades administrativas, de atendimento e orientação ao público e venda de produtos financeiros, dentre outras funções.

Inscrições


Conforme destaca o edital, as inscrições serão feitas exclusivamente via internet, do dia 9 de junho a 15 de julho de 2019, mediante pagamento da taxa de R$ 56. Já as provas (objetiva e discursiva), serão realizada no dia 18 de agosto de 2019 e os candidatos terão 4 horas para responder as questões.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Camila Marinho
Camila Marinho
Camila Marinho é jornalista, com passagem por jornais impressos e outros portais com foco em criptomoedas. Acredita que a tecnologia blockchain é como o fogo dado por Prometeu à humanidade. Cresceu sob o sol da Bahia e hoje vive no frenesi do centro de São Paulo.
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

Trader veterano que viu queda no Brasil gosta do Bitcoin

Com o preço do Bitcoin operando abaixo de U$ 12 mil em setembro, a contrapartida foi o aumento da volatilidade no início do mês....
Itau demissão criptomoedas

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...
Bitcoin e gráfico em queda de preços

Bitcoin cai 5% e pode não romper marca de 2017

O Bitcoin se aproxima do fechamento do mês de setembro e cai pelo menos 5% nesta segunda. Com a queda no preço do Bitcoin,...

Últimas notícias

Itaú demite por justa causa funcionário que negociava Bitcoin no horário de expediente

O Itaú Unibanco demitiu por justa um analista de sistemas que, de acordo com a empresa, negociava Bitcoin e outras criptomoedas durante o horário...

Bitcoin cai 5% e pode não romper marca de 2017

O Bitcoin se aproxima do fechamento do mês de setembro e cai pelo menos 5% nesta segunda. Com a queda no preço do Bitcoin,...

Documentos vazados revelam que bancos lavaram R$ 10 trilhões em dinheiro ligado a crimes

Mais de 2.100 documentos secretos da FinCEN, Rede de Combate a Crimes Financeiros dos EUA, foram vazados e os detalhes desses arquivos trazem informações...