BCE faz alerta contra corretoras de criptomoedas

Em meio a um período geopolítico conturbado ao redor do mundo, muitos estão voltando os olhos para o mercado de criptomoedas, nem sempre olhos que são bem-vindos pela comunidade e pelos investidores.

BCE Euro Europa Banco Central Europeu Eurotower
Eurotower/ECB

Em meio a um período geopolítico conturbado ao redor do mundo, muitos estão voltando os olhos para o mercado de criptomoedas, nem sempre olhos que são bem-vindos pela comunidade e pelos investidores. O Banco Central Europeu (BCE) está alertando as corretoras de criptomoedas sobre evasão de sanções impostas contra diferentes países, especialmente a Rússia.

De acordo com a Reuters de Frankfurt, o Banco Central Europeu emitiu um alerta para as corretoras devido ao uso das criptomoedas para driblar as sanções contra russos.

Segundo as informações, o Banco Central Europeu lembrou que as empresas do mercado de cripto podem ser consideradas “cúmplices” nesse tipo de crime relacionado a de evasão de sanções.

Christine Lagarde, presidente do Banco Central, afirmou que a entidade está tomando os passos necessários para sinalizar para todas essas corretoras que elas estão em risco de serem consideradas cúmplices criminosos.

“Nós estamos tomando os passos necessários para sinalizar para todos que estão transacionando, corretando e oferecendo serviços em relação a criptoativos, que eles estão sendo cúmplices de ajudar a driblar sanções financeiras.” disse Lagarde em um evento online.

A implicação aqui é realmente séria, afinal, considerar uma corretora como cúmplice de um crime como evasão de sanções é bem grave e pode fazer com que sanções sérias sejam aplicadas contra as corretoras, o que pode acabar prejudicando consideravelmente os muitos clientes dessas companhias.

O criptomercado e as sanções do governo

Apesar de ser um pequeno alerta, a questão das sanções do governo e o papel do criptomercado nelas é um ponto de discussão crescente sobre os riscos e ameaças do que pode acontecer no futuro.

Enquanto o alerta do Banco Central Europeu está ligado a como corretoras podem estar facilitando a evasão de sanções por parte de moradores da Rússia, algo muito similar aconteceu no Canadá, com as sanções ao comboio de caminhoneiros.

Após ter colocado sanções contra doações em dinheiro para o movimento, o Canadá teve que atuar contra doações de bitcoins ao grupo, chegando até mesmo a conseguir congelar parte do valor doado. Na época o governo do Canadá também atuou diretamente com corretoras sobre a importância de não quebrarem essas sanções.

Com isso, a ameaça de uma possível atuação em cima de corretoras de criptomoedas e outras empresas assusta alguns, sendo considerado até mesmo um dos motivos para tanto dinheiro estar saindo das corretoras nas últimas semanas. 

O medo de muitos é justificado, já que ao que tudo indica, as corretoras podem falhar em ser uma forma de manter suas criptomoedas sem a interferência externa.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.

Últimas notícias