Bilionário aposta que Bitcoin chegará a US$ 1 milhão e recomenda outras duas criptomoedas

Além do Bitcoin, Arthur Hayes também está interessado no Ethereum, segunda maior criptomoeda do mercado, e na Solana, um concorrente direto do ETH que se destacou pelos seus ganhos em 2023.

Arthur Hayes, fundador e ex-CEO da BitMex, voltou a afirmar que o Bitcoin chegará a 1 milhão de dólares. Seu comentário acontece após o Fed manter a taxa de juros entre 5,25 e 5,50% nesta quarta-feira (13), mas com traders de Wall Street apostando tudo que os cortes terão início em 2024.

Embora não tenha citado, o mercado também está esperando a decisão da SEC sobre os ETFs à vista de Bitcoin nos EUA, com os prazos finais de diversos pedidos marcados para janeiro. O halving, que acontecerá em meados de abril, é outro evento que pode impulsionar o BTC.

Mesmo sendo um grande fã do Bitcoin, Hayes também investe em outros ativos. Nesta semana, o bilionário citou duas criptomoedas nas quais está posicionado.

Arthur Hayes comenta sentimento dos mercados sobre política monetária americana, acreditando que isso fará Bitcoin chegar a US$ 1 milhão

Com passagens pelo Deutsche Bank e Citi antes de fundar a BitMex, Arthur Hayes é uma das pessoas mais respeitadas na indústria de criptomoedas. Em suas teses, o bilionário sempre defende que o preço do Bitcoin está ligado a política monetária frouxa de bancos centrais, especialmente dos EUA.

Em abril deste ano, Hayes afirmou que o Bitcoin chegaria a US$ 1 milhão enquanto citava que “a impressora de dinheiro vai fazer barulho”. Nesta quarta-feira (14), o fundador da BitMex manteve sua previsão enquanto comentava as ações do Fed.

“Neste ponto, não há desculpa para não estar comprado em criptomoedas. Quantas mais vezes eles terão que lhe dizer que o dinheiro que você tem no bolso é um pedaço de lixo imundo. Acredite no Senhor e ele o libertará. BTC = US$ 1 milhão.”

Na captura de tela compartilhada por Hayes está uma matéria da Bloomberg intitulada “Traders de Wall Street apostando tudo sobre grande pivô monetário de 2024”. Ou seja, o sentimento otimista está por todos os lugares.

Como destaque, é notado que ações, títulos e moedas subiram após a reunião do Fed na última quarta-feira (14). O Bitcoin, no entanto, não acompanhou a alta desses mercados. O motivo pode estar relacionado a sua valorização de 155% em 2023, necessitando de um respiro antes de continuar seu rali.

Arthur Hayes também está confiante no Ethereum (ETH) e na Solana (SOL)

Além do Bitcoin, Arthur Hayes também está interessado no Ethereum, segunda maior criptomoeda do mercado, e na Solana, um concorrente direto do ETH que se destacou pelos seus ganhos em 2023.

Sobre a Solana, Hayes afirmou que a criptomoeda pode chegar aos 100 dólares. No momento desta redação, a SOL está na casa dos US$ 75, mas já estava na mira do bilionário desde dezembro do ano passado, quando estava cotada a US$ 10. Ou seja, ele aproveitou uma alta de 650%.

Quanto ao Ethereum, o bilionário afirmou estar fazendo staking de suas moedas, ganhando dividendos ao deixá-las presas na rede. Em 2022, ele afirmou que o ETH ultrapassaria os US$ 10.000 após a atualização The Merge, mas acabou errando. Hoje o ETH está sendo negociado por apenas US$ 2.240.

Por fim, outra teoria de Hayes é que as shitcoins terão uma grande alta após o Bitcoin se estabilizar. Portanto, embora sejam posições mais arriscadas, suas apostas podem apresentar bons retornos.

💰 $100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias