Bilionário Tim Draper diz que as pessoas fugirão do dólar e usarão Bitcoin

Ao ser questionado sobre efeitos emocionais relacionados a estas grandes correções, Draper afirma que as pessoas devem olhar para o Bitcoin como uma espécie de aposta no futuro.

Investidor Tim Draper em conversa ao canal London Real. Fonte: YouTube/Reprodução.
Investidor Tim Draper em conversa ao canal London Real. Fonte: YouTube/Reprodução.

Vestindo um terno azul e uma gravata estampada com moedas de Bitcoin, Tim Draper voltou a defender seus investimentos na maior criptomoeda do mercado. Segundo o lendário investidor, haverá um ponto onde as pessoas fugirão do dólar, assim como fugiram do peso argentino e da naira nigeriana no passado.

Para quem não conhece esta lenda, Draper comprou cerca de 30.000 bitcoins apreendidos e leiloados pelo governo dos EUA em 2014 — quando a moeda valia apenas algumas centenas de dólares — após a conclusão do caso Silk Road.

Embora o Bitcoin tenha valorizado bastante desde então, o investidor afirmou que continuou comprando durante os últimos anos, aumentando sua exposição à criptomoeda.

Pessoas abandonarão o dólar como abandonaram o peso argentino

Embora tenha comparado a atual queda do Bitcoin com o crash da Bolsa de Valores de Nova York em 1929, o investidor Tim Draper segue otimista com o futuro do BTC. Como destaque, aponta que chegará o dia em que as pessoas abandonarão o dólar, hoje tido como a melhor moeda fiduciária do mundo.

“Hoje estamos no que é o equivalente do colapso de 1929, mas temos uma tecnologia melhor no bitcoin, então sou um grande crente,” aponta o investidor Tim Draper. “Continuei comprando bitcoin ao longo dos anos e sinto que em algum momento haverá uma espécie de corrida ao dólar.”

“Certamente houve corridas ao peso [argentino] e à naira nigeriana, mas haverá corridas ao dólar onde as pessoas fugirão do dólar e vão migrar para o Bitcoin.”

Ao ser questionado sobre efeitos emocionais relacionados a estas grandes correções, Draper afirma que as pessoas devem olhar para o Bitcoin como uma espécie de aposta no futuro.

“Haverá um dia onde as pessoas não vão querer mais as suas moedas fiduciárias e nesse momento você pensará: que bom que possuo alguns bitcoins.”

Seu argumento é respaldado pela história, afinal, mais de 500 moedas fiduciárias já foram extintas, muitas pela hiperinflação. Entretanto, o Bitcoin não existia no futuro e, obviamente, as pessoas tinham que se contentar com uma nova moeda do governo, programada para ter o mesmo fim de sua predecessora.

Já está acontecendo

Seguindo sua conversa, Draper conta que quando comprou a sua casa, os vendedores pediram que o pagamento fosse efetuado em Bitcoin. Continuando, nota que esta não foi a única vez.

“Quando estava doando dinheiro [para a Universidade de Stanford], eles sabiam quem eu era e queriam receber em Bitcoin, eles não queriam dólares. […] Eu disse: não, não doarei meus bitcoins.”

A primeira parte de sua conversa ao canal London Real pode ser assistido na íntegra abaixo. Entretanto, ainda não há data para a segunda.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias