Binance deveria ser expulsa do Brasil, diz CEO do Mercado Bitcoin

Assim como a FTX, Coinbase e outras mais que são estrangeiras e operam no Brasil.

Símbolo da Binance líder maior corretora do mundo
Símbolo da Binance/Reprodução

O CEO do Mercado Bitcoin, Reinaldo Rabelo acredita que a Binance deveria ser expulsa do Brasil, pela forma como a corretora atua no país. Segundo o empresário, a Binance explora o mercado e não gera desenvolvimento ao país, visto que não paga imposto local.

A fala foi feita em uma recente entrevista ao NeoFeed, que conversou com Reinaldo após seus ataques a maior corretora em volume no Brasil nos últimos meses, utilizando para isso seu perfil no LinkedIn.

Em seu desabafo público, sobrou até para a bolsa de ações B3, que Reinaldo afirmou não ter ajudado a fiscalizar as ações da Binance no Brasil. A repercussão do embate entre as corretoras segue chamando atenção, visto que as exchanges brasileiras lutam pela saída das estrangeiras.

O assunto já chegou até o Congresso Nacional, levando o projeto de lei que regularia as empresas do mercado a ser retirado de pauta, pelas várias divergências que as diferentes empresas têm sobre o assunto.

Enquanto as corretoras brasileiras defendem temas como a entrada imediata de regras, parlamentares temem que elas sejam rígidas de mais e atrapalhem o ecossistema.

“Binance deveria ser expulsa do Brasil”, diz CEO do Mercado Bitcoin

Pelo LinkedIn, Reinaldo Rabelo compartilhou sua opinião sobre a atuação da Binance no Brasil nos últimos anos, a quem chama de “empresa sem ética”.

A crítica do CEO do Mercado Bitcoin aconteceu após os problemas recentes que a Binance teve no Brasil, com a suspensão de saques e depósitos após romper com o Capitual. Essa situação já foi normalizada após uma parceria com um novo parceiro de pagamentos no país.

Rabelo acredita que muitas empresas e autoridades brasileiras estão falhando em atuar firme não só com a Binance, mas também com a FTX, Crypto.com e Coinbase – outras empresas que ele acusa de operarem ilegalmente no país.

“Como digo desde 2018, basta que os reguladores façam seu trabalho para que tenhamos um ambiente de competição leal. Se as exchanges locais não podem facilitar lavagem de dinheiro, vender dados de clientes, oferecer derivativos, evadir-se das obrigações de pagar impostos federais e municipais, por que uma corretora que opera aqui, mas se diz sediada na Lituânia poderia? No longo prazo, negócios a qualquer custo se desmontam. Quem trabalha com honestidade e transparência pode não ser o maior, mas vence.”

Após o seu desabafo público, Rabelo disse ao NeoFeed que a Binance já foi expulsa de outros países por atuar como atua no Brasil.

Questionado se concorda com uma eventual expulsão da maior concorrente do país, Reinaldo disse que sim, pois, no modelo que a empresa atua hoje “ela apenas explora a economia local”.

Grande corretora tem interesse no Brasil

Em uma entrevista recente ao Livecoins, a Binance declarou que o país é um território importante para sua expansão internacional.

Dessa forma, com a aquisição da Sim;paul, uma empresa regulada pelo Bacen e CVM, a corretora quer acabar com os problemas que envolvem sua imagem no país.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias