Binance reforça medidas de negociação de Bitcoin anti-suicídio

Nos últimos dias, a morte de um trader causou comoção na comunidade mundial!

Siga no
Corretora de criptomoedas e Bitcoin Binance
Corretora de criptomoedas Binance

Muitos traders de bolsas de valores, e criptomoedas, negociam ativos e arriscam perder dinheiro com a prática. A Binance, uma das maiores corretoras de Bitcoin do mundo, tem reforçado um recurso de negociação anti-suicídio em redes sociais, após um caso lamentável ocorrido nos últimos dias.

Isso porque, um jovem de 20 anos teria tirado sua vida ao perder muito dinheiro em negociações no mercado. Ao perder U$ 730 mil, cerca de R$ 3877 milhões, usando a corretora RobinHood, o trader Alexander E. Kearns, morador de Nebraska nos EUA não aguentou a pressão.

O trader havia quase conseguido alcançar a meta de U$ 1 milhão, alavancando em negociações. Tais operações são de alto risco em negociações nos mercados financeiros, podendo causar prejuízos extremos aos investidores.

Única corretora no mundo a ter recurso anti-suicídio, Binance reforça que negociação de Bitcoin tem que ser responsável

Ao negociar criptomoedas em corretoras, assim como ações em bolsas de valores, os traders esperam comprar ativos baratos e vender mais caros. A diferença entre a compra e venda garante algum lucro, mesmo sendo operações arriscadas.

Isso porque, os traders podem comprar os ativos na alta, e por algum fenômeno do mercado, ter que vender na baixa. Além disso, outros traders mais arrojados, se aventuram nos riscos com operações alavancadas, que é uma espécie de endividamento feito com as corretoras.

Ao iniciar uma operação alavancada, um trader pode negociar um valor superior ao que ele tem em conta. Ou seja, ele toma um empréstimo acreditando em um movimento de mercado, contudo, caso o preço ande na direção contrária ao imaginado inicialmente, o prejuízo pode ser gigantesco.

De acordo com a Forbes, no último dia 12, o estudante dos EUA, Alexander E. Kearns, de apenas 20 anos, foi “vítima” das operações alavancadas. Ao operar na Robinhood, em operações com opções, o trader teria visto em seu home broker um prejuízo de U$ 730 mil.

Em desespero com seu futuro, teria cometido um atentado contra sua vida, deixando a família desolada. Em nota, a Robinhood, que viu uma enorme procura por traders iniciantes durante a pandemia, afirmou para a Forbes que está revisando as políticas de negociações e buscando melhorias.

CEO da Binance afirma que possuí ferramenta que outras corretoras deviam copiar

Uma figura conhecida no mercado de criptomoedas é a corretora Binance, uma das mais usadas por traders. A corretora Binance também trabalha com negociações de opções, e ficou triste com o caso do trader cliente da Robinhood.

Ao comentar sobre o caso, o CEO da Binance, CZ, afirmou que essa é uma história muito triste. CZ lembrou que sua corretora é certamente a primeira do mundo a pensar em uma ferramenta para evitar esse lamentável acontecimento.

Binance é provavelmente uma das primeiras trocas de criptomoedas a implementar os recursos de negociação responsável em nossos produtos.

De fato, no fim do mês de maio de 2020 a Binance inaugurou um plano que chama de negociação responsável. Caso um trader perca muito dinheiro ao negociar opções dentro da Binance, ele tem sua conta suspensa, um modo de evitar que continue perdendo e cometa algum atentado contra sua vida.

A Binance publicou um texto para traders iniciantes e profissionais ao lançar a ferramenta, para esclarecer as medidas de precaução aos traders. Após o ocorrido com o trader de 20 anos, na Robinhood, o CEO da Binance afirmou que outras corretoras devem copiar a ferramenta que fora lançada no mercado de criptomoedas, mesmo aquelas bolsas de valores de ações.

“Negociação responsável é ter controle total sobre seus negócios e assumir a responsabilidade por suas próprias ações. Negociar com responsabilidade exige não gastar além do seu alcance. Em outras palavras, não arrisque dinheiro que você não pode perder”, afirma a Binance em seu texto anti-suicídio

No Brasil, o Centro de Valorização da Vida (CVV), número 188, é um serviço que deve ser procurado por pessoas que pensam em suicídio e desejam apoio emocional.

Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Presidente do Banco da Inglaterra sugere que criptomoedas estão com os dias contados

Durante um painel virtual de debate sobre moedas digitais em Davos, o presidente do Banco da Inglaterra, Andrew Bailey, disse que uma moeda digital "duradoura"...

Nietzsche aprovaria o Bitcoin?

"As empresas que vão a falência afetam os contribuintes com seus prejuízos”, mas “quando ganham dinheiro, ficam só pra eles”. É a chamada era...

Bolha do mercado de ações nos EUA está prestes a estourar, alerta o Bank...

Um dos maiores bancos dos Estados Unidos publicou um relatório alertando que a “forte alta” no mercado de ações em menos de 1 ano...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias

Nietzsche aprovaria o Bitcoin?

"As empresas que vão a falência afetam os contribuintes com seus prejuízos”, mas “quando ganham dinheiro, ficam só pra eles”. É a chamada era...

Bolha do mercado de ações nos EUA está prestes a estourar, alerta o Bank of America

Um dos maiores bancos dos Estados Unidos publicou um relatório alertando que a “forte alta” no mercado de ações em menos de 1 ano...

“Bitcoin será destruído com a regulamentação governamental”, diz professor de Harvard

A previsão para o preço futuro do Bitcoin é algo muito comum no criptomercado, alguns acreditam que, até o fim deste ano, teremos o...

“Bitcoin é uma bolha, mas o sistema financeiro mundial é uma bolha maior”, diz ex-analista da Bridgewater

Não é de hoje que os críticos do Bitcoin apontam a criptomoeda como uma bolha financeira. Em dezembro de 2017 talvez tenha sido o...

Empresa listada na Nasdaq compra R$ 820 milhões em Bitcoin

A Marathon Patent Group, empresa de capital aberto listada na Nasdaq, comprou 4.812 bitcoins por um total de US $ 150 milhões, aproximadamente R$...