Bitcoin é o próximo passo na evolução do dinheiro, diz maior administradora de ativos digitais

O Bitcoin teve uma alta selvagem este ano. Valorizando 156% até agora em 2020, e seu preço explodiu acima de US $ 18.000 nesta semana.

Siga no

O argumento de que o Bitcoin “é ruim porque não poder ser usado para comprar café” não é mais tolerável, de acordo com Michael Sonnenshein, o diretor da maior administradora de ativos digitais do mundo, Grayscale. A empresa administra quase $ 11 bilhões (R$ 59 bi) em ativos digitais

Michael disse que a pandemia este ano foi um fator importante por trás dos investimentos em Bitcoin. A Grayscale viu investidores com diferentes motivações para comprar a moeda digital.

Em pleno 2020, 11 anos depois do nascimento do Bitcoin e com todas as informações disponíveis na internet, ainda é comum vermos críticos ignorantes sobre o assunto para criticar a moeda digital, como aconteceu ontem, com um gestor de fundo brasileiro dizendo que o bitcoin “não serve pra nada”(sic).

O envolvimento crescente das principais empresas do setor financeiros “realmente mostra o poder de permanência da classe de ativos e valida o envolvimento de outras pessoas”, disse ele à Business Insider.

Os investidores não estão mais se agarrando à ideia de que, como não estamos usando o Bitcoin para comprar uma xícara de café, “ele fracassou como moeda”, disse Michael.

“Eles entendem hoje que comprar Bitcoin e colocá-lo em seu portfólio significa ser uma reserva de valor, uma proteção contra a inflação, um ouro digital, uma forma digital de dinheiro que é muito mais adequada ao mundo digital em que vivemos hoje.” 

Para aqueles que insistem em criticar a moeda digital, ele disse: “O Bitcoin nasceu fora do reino dos serviços financeiros tradicionais, não nasceu em uma arena onde deveria ser negociado em um mercado de ações ou que iria ser custodiado da mesma forma que as ações ou títulos.”

Michael acha que as pessoas não devem se preocupar com o fato de que exista apenas 21 milhões de Bitcoins

Cada moeda é divisível até a oitava casa decimal, o que significa que há 100 milhões de unidades dentro de cada Bitcoin. Essa é uma das características que os investidores gostam, porque eles podem comprar apenas uma fração da moeda e aumentar sua posição com o tempo.

“Quando você pensa em quantos milionários ou bilionários ou mesmo qual é a população global, há 21 milhões de Bitcoins vezes os 100 milhões de unidades de cada Bitcoin”, disse ele. “Existe a possibilidade de qualquer pessoa que queira se envolver ser dona de alguma parte de Bitcoin.”

A criptomoeda mais popular do mundo teve um passeio selvagem este ano. Ele subiu 117% até agora em 2020, e seu preço explodiu acima de US $ 18.000 nesta semana.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Livecoins
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.
Elon Musk. Imagem: Pixabay

Tesla vai vender bitcoins que ainda tem, Musk diz que moeda é centralizada

Elon Musk mudou repentinamente de um grande apoiador do Bitcoin para um grande hater. Recentemente o bilionário pegou o mundo de surpresa ao anunciar...
Imagem: Adobe Stock

Bilionário Mark Cuban elogia Cardano, mas diz que ainda não viu utilidade na moeda

Mark Cuban, investidor bilionário e fã declarado do Ethereum, fez declarações sobre a criptomoeda Cardano (ADA) em uma postagem no Twitter. Ele afirmou que...
Elon Musk e Shiba Inu, cachorro símbolo da Dogecoin

Elon Musk diz que Dogecoin vai destronar o Bitcoin

Elon Musk continua bombardeando o Bitcoin e promovendo sua criptomoeda preferida, Dogecoin. O bilionário e CEO da Tesla disse na manhã deste domingo que...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias