“Bitcoin é um hamburguer gigante de nada”, diz astro do Shark Tank

O famoso investidor que é um dos principais apresentadores do programa Shark Tank disse que não pode usar Bitcoin para “comprar ativos” globalmente.

Siga no

Mr. Wonderful, o “Senhor Maravilha”, apelido pelo qual o grande investidor é conhecido no programa Shark Tank, declarou que o Bitcoin é “um hambúrguer gigante de nada”.

Kevin O’Leary é um famoso investidor e tem autoridade quando o assunto é investimentos. Ele é uma das figuras mais respeitadas no mundo dos negócios. Sua consultoria de investimentos é uma das mais buscadas por investidores da bolsa de valores.

Contudo, na opinião do investidor, o fato de que nem tem todas as instituições estarem dispostas a usar o Bitcoin, é decisivo e torna a criptomoeda “um nada”.

“Bitcoin é um hambúrguer de nada, um hambúrguer gigante de nada”, disse O’Leary, presidente da O’Shares ETFs, porque “você não tem todas as instituições dispostas a ‘jogar bola com ele’”.

A firmação diz respeito ao fato de que ao mesmo tempo que o Bitcoin é adotado por várias empresas, outras estão banindo e criando barreiras para a adoção da moeda digital.

Kevin O'Leary Shark Tank
Kevin O’Leary Shark Tank

O astro do Shark Tank também criticou o processo de transferência e conversão do Bitcoin em moeda fiduciária: “não é instantâneo”, disse.

“Se eu quiser comprar um milhão de dólares em Bitcoin agora, tenho que trabalhar bastante para conseguir isso.”

O famoso investidor que é um dos principais apresentadores do programa Shark Tank disse que não pode usar Bitcoin para “comprar ativos” globalmente, já que os reguladores em diferentes países continuam cautelosos com a criptomoeda.

“Não consigo obter consistência com nenhum regulador único em endossar Bitcoin para que eu faça uma transação significativa”, disse. “Está melhorando, mas não é algo que todos os reguladores em todos os mercados apoiam.”

Apesar de criticar a moeda digital, em dezembro ele participou de um podcast no youtube onde revelou que já possuía alguns bitcoins e tinha a intenção de no futuro investir mais na criptomoeda, cerca de 1% a 2,5% de seu portfólio.

O “tubarão” disse que quando as criptomoedas forem regulamentas de modo que ele possa colocar milhões de dólares nelas e saber que não está infringindo nenhuma lei, várias pessoas fariam o mesmo.

Para ele, o Bitcoin tem grande potencial de se tornar “algo de tremendo valor” se as agências reguladoras em diversos países se comprometerem com as criptomoedas.

“Se houvesse uma tentativa de pegar o próprio Bitcoin ou alguma outra criptomoeda que pudesse ser aceita e negociada em todos os lugares com agências reguladoras concordando e fosse agnóstico, na minha visão, seria possível negociá-lo afim de comprar ativos na Suíça, na França, ou na Inglaterra, ou nos Estados Unidos, todo mundo pegaria essa moeda digital.”

JP Morgan também já criticou o Bitcoin

Outro que também criticou o Bitcoin foi Jamie Dimon, o CEO de um dos maiores bancos dos EUA.

Em setembro de 2017 durante um período de valorização da criptomoeda, o CEO do JP Morgan criticou o Bitcoin chamando-o de fraude e afirmando que iria demitir quem comprasse moedas digitais.

Contudo, como diz o velho ditado popular, “quem desdenha quer comprar”, pouco tempo depois descobriu-se que o JP Morgan havia “comprando” Bitcoin, ao investir em títulos XBT, um instrumento de investimento que acompanha o preço da moeda digital.

Em 2017 o Bitcoin chegou a ser negociado por US$ 3.000 após a China ter proibido as ICOs, foi justamente nessa época que o CEO do JP Morgan criticou a moeda digital, mas “por trás das cortinas” estava investindo.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Diego Marques
Começou em 2016 como um dos primeiros redatores do Guia do Bitcoin. Diego tem preferência por notícias que podem influenciar o preço das criptomoedas, mas também gosta de escrever curiosidades do cripto-universo.
Mapa da Venezuela - Livecoins

Vídeo: Supermercado na Venezuela aceita apenas ouro como pagamento

Um mercado na Venezuela chamou a atenção ao aceitar apenas ouro como meio de pagamento. A modalidade nada convencional de pagamento, atualmente é claro,...

Senado dos EUA quer arrecadar US$ 28 bilhões em impostos de criptomoedas

Com o crescimento constante do mercado de criptomoedas, há também o aumento do interesse do governo em conseguir taxar o setor e ter uma...
Bitcoin em alta. Imagem: ShutterStock

Bitcoin acima de US $ 41 mil é inevitável? Sinais mostram que sim!

Após Bitcoin executar com sucesso uma segunda armadilha na faixa de $30,000, os preços começaram a se recuperar sentido topo da acumulação. No meio...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias