Bitcoin fecha diário acima de US$ 60 mil por 22 dias na história, veja quais

Siga no
Bitcoin como vencedor em jogo de xadrez
Bitcoin como vencedor em jogo de xadrez /Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

As negociações de Bitcoin estão em alta e o diário da moeda já fechou acima de US$ 60 mil por 22 dias na história recente, 15 neste mês de outubro.

Só nos últimos dias de outubro, a consolidação do suporte nessa faixa de preços foi tão forte que apenas no dia 27 a cotação encerrou em US$ 58 mil. Assim, o preço do Bitcoin fecha outubro com uma valorização acima dos 40%, um retorno que impressiona em apenas 30 dias.

Cotação do Bitcoin fechando acima de 60 mil dólares até o dia 30 de outubro de 2021
Cotação do Bitcoin fechando acima de 60 mil dólares até o dia 30 de outubro de 2021 /Fonte dos dados: CoinMarketCap

Vale notar que todos os dias em que o Bitcoin fechou com sua cotação acima de US$ 60 mil estão em meses de 2021, ano em que marca uma forte série de rompimento das altas históricas neste mercado.

Até o final de 2021, restando agora apenas dois meses, analistas otimistas como o “Plan B” acreditam que a cotação da moeda poderia alcançar os US$ 100 mil, algo que levaria cada Bitcoin a custar mais de meio milhão de reais no Brasil.

Claro que essa negociação no mercado é um movimento que deve ser analisado com os devidos cuidados, mas não seria nada impossível ver esse movimento ao se observar os últimos meses.

O que significa o preço do Bitcoin fechando no diário acima de US$ 60 mil por 22 dias?

Em um ano em que a inflação gera temores em todo mundo pelo aumento em suas taxas em vários países, investidores seguem procurando ativos para se proteger do efeito devastador dessa métrica econômica.

Na prática, o Bitcoin consegue mostrar que vem sendo cada vez mais uma reserva de valor sólida no mercado, mesmo com sua volatilidade de curto prazo e não só em países como Brasil, mas em todo o mundo Assim, seu fechamento acima de US$ 60 mil só comprova haver um interesse em comprar essa moeda, mesmo próxima de sua alta histórica.

No Brasil, por exemplo, a expectativa para a inflação de outubro de 2021 é de 1,2%, segundo a prévia divulgada nos últimos dias. O especialista em finanças Daniel Carraretto então chegou a compartilhar com seus seguidores sobre os desempenhos dos ativos e seus retornos no mês, em que o Bitcoin acabou sendo o maior destaque, seguido pelo Dólar.

Quem teve rendimentos atrelados ao CDI até teve um retorno de 0,52%, que acaba não sendo real caso a alta da inflação supere esse valor. Ou seja, proteger o poder de compra no Brasil está uma tarefa difícil, sendo o Bitcoin uma alternativa que deu felicidades aos investidores em 2021.

Desempenho de ativos em outubro de 2021, segundo apuração do Canal Meu Dinheiro Ativo
Desempenho de ativos em outubro de 2021, segundo apuração do Canal Meu Dinheiro Ativo /Reprodução: Instagram

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Jack Dorsey abandona Twitter e agora pode se dedicar ao Bitcoin

Jack Dorsey, criador do Twitter, abandonou o cargo de diretor executivo da empresa nesta segunda-feira (29). Seu cargo será ocupado por Parag Agrawal que...

Iate virtual é vendido por R$ 3,7 milhões no Metaverso

O setor do Metaverso parece estar ganhando cada vez mais tração nos últimos dias, após a venda de um terreno por R$ 14 milhões...
Pessoa com óculos de metaverso e encostando em bloco

Banco Inter destaca potencial do Metaverso com criptomoedas

O Banco Inter publicou um novo relatório no qual destaca o potencial do Metaverso com as criptomoedas. Este é apenas mais um relatório publicado...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias