Bitcoin fica acima de US $ 6.500 por dez dias e expectativas pelos 7 mil aumentam

Siga no

Uma das principais características das criptomoedas, principalmente o Bitcoin, é a volatilidade acentuada de seus preços. Porém, mesmo com esta característica nos últimos cinco dias o ativo digital apresentou uma baixa flutuação de preços.

Os valores estão entre 2 a 300 pontos, o que equivale a uma taxa de no máximo 4%. Esses números contrariam os resultados dos últimos 10 dias, quando o bitcoin registrou a maior queda concentrada dos últimos anos.

Assim, apesar do crescimento de sua volatilidade diária, que logo chegará aos 11 pontos e terá o pico mais alto desde dezembro de 2013, a baixa flutuação pode ser um sinal.

Seus números indicam que o criptomercado está esboçando uma reação para se estabilizar e encontrar pontos de consolidação.

Nesta sexta-feira (29), o movimento está baixo, e embora 70 das 100 primeiras criptomoedas estejam no vermelho, o bitcoin e outros ativos importantes estão em alta.

Na prática, esses resultados podem ser o início de uma recuperação dos ativos digitais de forma geral. Pelo 18º dia consecutivo, o volume de negociações do Bitcoin está cada vez mais alto, sendo que ontem chegou 1,6 bilhões de dólares.

Além disso, esta mesma tendência está sendo confirmada nas negociações futuras da criptomoeda. E por ser a mais forte do criptomercado, a baixa flutuação e alta de preços pode ajudar a erguer todos os outros tokens.

Bitcoin se mantem firme acima dos US $ 6.500

Nos últimos 10 dias, o Bitcoin está se mantendo na casa dos 6.500 dólares. Considerando o alto volume de negociação, a expectativa é de que a criptomoeda consiga alcançar os 7.000 dólares em breve.

Considerando a possibilidade de haver correção de valores, o cenário também não é negativo, a menos que o bitcoin chegue aos 5.500 dólares. Seja como for, as expectativas são boas.

Em contrapartida o Ethereum, outra das principais criptomodoedas, está com uma recuperação mais lenta do que o Bitcoin.

Com base nestes dois ativos, sobretudo o Bitcoin, talvez seus comportamentos atuais sejam sinais de uma recuperação do criptomercado.

Enquanto diferentes criptomoedas começam e ter seus preços novamente em alta, como a Monero que desde o dia 13 de março conseguiu recuperar cerca de 90% de seu valor, este pode ser o ponto de virada para a criptoeconomia.

Apesar das baixas ela tem tido o melhor desempenho em meio as circunstâncias atuais.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Jeferson Scholz
Jeferson Scholz
Jornalista. Escrevi dois artigos acadêmicos publicados no congresso de comunicação INTERCOM, e fui diretor do documentário universitário "Planeta dos Desmortos - O Mito Zumbi".

Coinbase faz homenagem a Satoshi Nakamoto em dia de listagem na NASDAQ

Pela primeira vez na história uma corretora de criptomoedas foi listada em uma bolsa de valores, marcando uma nova possibilidade para investimentos nos ativos...
Imagem: Adobe Stock

Receita Federal da Espanha notifica 15 mil investidores de criptomoedas

A Receita Federal da Espanha continua a sua missão de monitorar investidores de criptomoedas que podem não estar declarando transações e ganhos com os...

“Bitcoin criou riqueza para pessoas que não faziam parte do sistema”, diz estrategista da...

O Bitcoin é uma moeda que foi capaz de mudar muitas coisas nos últimos 10 anos, até mesmo fazendo com que Bancos Centrais e...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias