Bitcoin é muito grande para morrer agora, afirma entusiasta

Queda no preço da moeda assustou investidores!

Siga no
Bitcoin e Barras de Ouro
Bitcoin e Barras de Ouro

A queda no preço do Bitcoin assusta os traders do mercado no início da semana, chegando nesta quarta com um movimento brutal. De acordo com um entusiasta da moeda, porém, o Bitcoin é muito grande para morrer agora.

A moeda virtual de fato perdeu muito valor nos últimos dias, sendo uma desvalorização superior a 8% em apenas sete dias. Nas últimas 24 horas, entre terça e quarta, mais de 3% foram perdidos em valor do Bitcoin hoje.

Apesar do curto prazo ser de dúvidas e incertezas, o longo prazo pode ser promissor, segundo um entusiasta de Bitcoin e Ouro. Isso porque, segundo Dan Tapiero, fundador da GBI, o Bitcoin tem um imenso potencial de uso, principalmente ao se considerar seus primeiros anos de existência.

Bitcoin é muito grande para morrer agora? Entusiasta da moeda e do ouro acredita que sim

O ouro é uma das reservas de valor mais antigas, o que significa que ao longo do tempo o mineral possui uma boa capacidade de proteger o patrimônio de crises e volatilidades. Contudo, segundo um especialista, 2/3 do ouro disponível no mundo seria utilizado para joias.

O restante, de 1/3, seria o que pode ser considerado ouro para investimentos, com um valor aproximado de U$ 2 trilhões. O valor total do mercado de ouro, investimentos e joias, seria aproximadamente de U$ 9,6 trilhões (mais que R$ 40 tri), de acordo com Dan Tapiero.

Figura compartilhada por Dan Tapiero sobre o uso do ouro no mundo hoje
Figura compartilhada por Dan Tapiero sobre o uso do ouro no mundo hoje – Reprodução/Twitter

Dessa forma, o entusiasta fundador da empresa GBI, que intermedeia a compra e venda de ouro e criptomoedas, afirmou que os “bitcoiners” devem se atentar para um fato extremamente importante. O mercado do Bitcoin possui atualmente 10% da quantidade de ouro investível. Apesar do mercado de criptomoedas valer mais que U$ 200 bilhões, mais que 60% é relacionado apenas ao Bitcoin.

O entusiasta ainda alertou que o feito foi alcançado em apenas 10 anos de existência. Ou seja, no ponto atual da história, o “Bitcoin é muito grande para morrer agora“.

Menções ao halving do Bitcoin podem ajudar preço a subir, aponta estudo

Se a queda de curto prazo do Bitcoin, que iniciou na última segunda (24), e reforçou na terça o movimento baixista, assustou os traders, no longo prazo o movimento de alta continua em perspectiva.

Em meio ao surto de coronavírus que tem assolado mercados, o ano de 2020 será importante para o Bitcoin ser testado enquanto moeda com baixa inflação. Isso porque, a partir de maio de 2020, o halving do Bitcoin colocará a moeda com a inflação menor do que dos principais bancos centrais do mundo.

Segundo um estudo feito pela The Tie recentemente, fica claro que a comunidade Bitcoin entende o momento como positivo. De acordo com um gráfico feito pela equipe de analistas de dados, quando há menções na mídia sobre o “halving do Bitcoin“, o preço da moeda aumenta.

Estudo do The Tie aponta que Preço do Bitcoin e Menções ao Halving possuem relação
Estudo do The Tie aponta que Preço do Bitcoin e Menções ao Halving possuem relação – Reprodução/Twitter

Apesar da relação alta do preço do Bitcoin com o halving da rede, no curto prazo a moeda caiu para o suporte em U$ 9100. Os traders de Bitcoin analisam a queda com cautela, com o preço do Bitcoin hoje oscilando em torno de U$ 9200. Por fim, essa região de preços não era vista desde o início de fevereiro, o que poderia mostrar que os ganhos do mês, quando o preço do Bitcoin chegou além de U$ 10300, praticamente foram devolvidos.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Meme dogecoin que circula nas redes.

Mercado cripto sofre uma das maiores quedas já vistas, Dogecoin sobe

As últimas 24 horas foram um pesadelo para alguns investidores em criptomoedas. A primeira moeda a sentir a queda foi o Bitcoin, que perdeu mais...
Mina carvao

Taxa de hash do Bitcoin cai após acidente em mina de carvão na China

O hashrate do Bitcoin caiu cerca de 40% nas últimas 24 horas, de mais de 180 petahashes por segundo para cerca de 105 Ph/s....

Bitcoin desaba com desligamento de mineradoras chinesas e preocupações regulatórias

O Bitcoin despencou mais de 15% neste domingo (18), para cerca de US $ 51 mil, depois de ter alcançado um marco de US...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias