“Bitcoin não para de cair e comprei mais”, diz Primo Rico

Será que compensa pegar a faca caindo? Maior youtuber de finanças do Brasil confiou no futuro da criptomoeda.

Siga no
Thiago Nigro compra mais Bitcoin na queda Primo Rico
Thiago Nigro compra mais Bitcoin na queda/Reprodução

Para o Primo Rico, o preço do Bitcoin não para de cair, sendo um bom momento para comprar algumas moedas para seu portfólio. Gravando seus vídeos dos Estados Unidos nos últimos dias, ele mostrou mais uma aquisição da criptomoeda.

O Primo Rico tem milhões de seguidores em suas redes sociais e YouTube, compartilhando com frequência novos conteúdos sobre finanças e economia. Há alguns anos, Thiago Nigro acompanha também o mercado de Bitcoin, moeda que já investiu.

Apesar dos novos investimentos feitos pelo influencer brasileiro, ele não sabe se o Bitcoin dará certo no futuro. No entanto, isso não impediu que ele aportasse uma quantia dos seus investimentos nessa moeda.

Preço do Bitcoin não para de cair, Primo Rico comprou mais

Nos últimos dias, Thiago Nigro, conhecido como Primo Rico, perguntou em seu Twitter sobre o que havia acontecido com o Bitcoin. Vendo a queda de preços do mercado, ele acabou vendo uma oportunidade de comprar mais moedas, por um preço atrativo.

Ao comprar a quantia de 0,265 Btcs, equivalente a R$ 55 mil hoje, o Primo Rico reforço sua crença de longo prazo na moeda digital. Sua escolha em comprar a moeda em um momento de extremo pânico do mercado, seguiu a de alguns grandes investidores, que também confessaram a compra recentemente.

Um deles, citado por Nigro, é Ray Dalio, um dos maiores gestores de fundo de hedge do mundo. Em participação no Consensus 2021, na última segunda-feira (24), Dalio confirmou ter posses de Bitcoin em seu patrimônio.

Mesmo com as polêmicas envolvendo Elon Musk e o Bitcoin, o Primo Rico observou que outros bilionários compraram a moeda digital. Em 2020, Paul Tudor Jones, Michael Saylor, Jack Dorsey, foram alguns dos compradores da moeda, adquirida como reserva de valor.

Dessa forma, Thiago chegou a conclusão que não sabe se o Bitcoin realmente tem algum futuro. Mesmo em dúvidas, ele acredita que sua carteira de investimentos deve ter uma porção da moeda digital.

“Eu, Thiago Nigro, não sei se o Bitcoin vai dar certo. Mas não é por isso que não posso me expor a não ganhar dinheiro com isso.”, citou o Primo em um vídeo publicado na última quarta-feira (26).

Ele acredita que o Bitcoin pode ajudar na teoria da convexidade em seu portfólio, e acredita no futuro do preço da moeda. Contudo, se o Bitcoin der errado, disse o Primo, como foi investido relativamente pouco, não deverá perder muito dinheiro.

“Meu objetivo é ficar em 2 a 3% de Bitcoin no meu patrimônio, se passar um pouquinho, no máximo 5%”, citou Nigro.

Outro que comprou Bitcoin na queda no Brasil foi o Favelado Investidor, outro que acompanha a maior moeda digital do mundo.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Celular com Dogecoin e Computador também atualização

Atualização da Dogecoin é acompanhada de perto por Elon Musk

O bilionário Elon Musk está acompanhando uma atualização da Dogecoin que será testada na próxima quarta-feira (23). Para o CEO da Tesla, a nova...
GPUs. Imagem: ShutterStock

Após China banir mineração de criptomoedas, placas de vídeo começam baratear

A batalha das autoridades chinesas contra os mineradores de criptomoedas levou não apenas a queda nos preços dos ativos digitais, mas também a uma...

Debate Descentralizado: ainda vale investir em eventos de Bitcoin?

Empresas relacionadas com Bitcoin e demais criptomoedas possuem um nicho muito específico para diálogo. Em termos de anúncios, não é qualquer via que satisfaz a...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias