Bitcoin pode “substituir o dólar”, diz fundador do Twitter

Em 2021, Jack Dorsey abandonava o cargo de CEO de sua empresa, o Twitter, para focar no Bitcoin. Quase três anos depois, o executivo está ainda mais otimista em relação à criptomoeda.

Isso porque Dorsey afirmou que o Bitcoin pode “substituir o dólar”. De qualquer forma, notou que esse processo será gradual, podendo levar décadas até que aconteça.

Com cerca de 50 minutos de duração, o tema de sua palestra era “permissão”, ou como o próprio Dorsey descreveu: “tudo aquilo que você precisa pedir permissão na vida” e como a tecnologia pode eliminar esse problema.

Preço do Bitcoin continuará subindo, diz Jack Dorsey

Desde que abandonou o Twitter, Jack Dorsey tem se dedicado a outra empresa criada por ele, a Block. Dentre seus principais produtos e serviços estão o Cash App, Tidal e outros ligados ao desenvolvimento e adoção do Bitcoin.

Vestindo uma camisa onde o nome da banda Nirvana foi substituído por “Satoshi”, Dorsey mostrou estar entusiasmado sobre o futuro do BTC, destacando que a tendência é que seu preço continue subindo devido à sua escassez.

“Em vez de inflacionar a moeda, o que é um imposto invisível que torna todo o seu dinheiro cada vez menos valioso, você tem uma moeda deflacionária”, disse Dorsey sobre o Bitcoin. “À medida que você mantém bitcoins, seu valor aumenta em vez de diminuir. E isso só acontece devido a essa limitação de 21 milhões de moedas.”

“Há variações ao longo do tempo, mas se você observar os quase 15 anos de sua existência, desde 2009, verá que o valor só aumenta, e isso continuará.”

Em maio, Dorsey afirmou que o Bitcoin ultrapassará a faixa de US$ 1 milhão até 2030. Ou seja, seria uma valorização de 18 vezes em relação ao preço atual de US$ 56.000 em seis anos. Conforme o BTC já teve saltos desse tamanho no passado, é possível que se repita.

Jack Dorsey acredita que Bitcoin pode substituir o dólar

Continuando sua fala, Dorsey também notou que o Bitcoin tem potencial para substituir o dólar americano como moeda. No entanto, destacou que isso pode levar bastante tempo para acontecer.

Como exemplo do início dessa adoção, o bilionário cita que as pessoas não precisam de nenhuma permissão para enviar dinheiro para seus parentes que vivem em outros países ao usar o Bitcoin.

“Vai levar algum tempo”, disse Dorsey. “Não serão apenas 10 anos, pode ser 15, mas gradualmente as pessoas estão percebendo o valor deste sistema, porque é tão poderoso e por que poderia potencialmente complementar ou substituir o dólar americano, que domina tudo e atualmente está sendo desafiado pelo yuan chinês.”

“São duas entidades que controlam seu dinheiro, controlam o valor do seu dinheiro, e você não as elege.”

Seguindo, Dorsey também falou bastante sobre liberdade de expressão, citando as redes sociais Nostr e Blue Sky como exemplos do que a comunidade está buscando. Finalizando, também respondeu a perguntas da plateia.

O vídeo completo pode ser assistido abaixo.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias

Últimas notícias