Bitcoin rumo a U$ 9.500 um dia após ter sido atacado pela Goldman Sachs

Alguns acreditam que o ataque da empresa de investimento foi uma tática para enganar o mercado e poder comprar mais Bitcoins.

Siga no
Bitcoin
Imagem Cortesia do Flickr

O Bitcoin continua surpreendendo os investidores com as suas movimentações (positivas e negativas). Após uma recente queda, o maior ativo digital do mundo estava dando vários sinais de que continuaria em movimento de baixa, perdendo valor durante esta quinta-feira, principalmente após a Goldman Sachs, uma das principais empresas de investimento do mundo, atacar o Bitcoin.

No entanto, quase que como um desafio em relação às opiniões a Goldman Sachs, o Bitcoin surpreendeu e começou a valorizar desde ontem. A moeda que antes estava lutando para conseguir se manter no suporte de US$ 8.800 e ora falhando na resistência de US$ 9.200, hoje já testa a resistência de US$ 9.500.

Esse é um momento bastante interessante para uma alta como essa, afinal, os contratos futuros da CME expiram amanhã, dia 29. Esse é um período considerado “lento” para o preço da moeda e geralmente com poucas alterações.

Gráfico mostra alta do Bitcoin desde ontem, 27. Fonte: TradingView

No entanto, contrariando as previsões, algo que o mercado do Bitcoin adora fazer, os sinais apontam para um sentimento de alta no curto e médio prazo. Atualmente com o valor de US$ 9.447, tendo muita força nesse nível de suporte, também temos um bom sinal no volume de negociação que manteve a alta liquidez dos últimos dias.

Essa é uma movimentação muito importante para a criptomoeda que aos poucos tenta alcançar o preço de US$ 10 mil, uma barreira psicológica mais do que fundamental para esse período pós-halving.

Como sempre, é difícil saber para qual nível o preço do ativo vai caminhar a partir deste momento. No entanto, esse folego veio em um bom momento.

Analistas tiram sarro da Goldman Sachs

Divulgação/Goldman Sachs
Divulgação/Goldman Sachs

E parece que não foi só o criptomercado que não ligou para o que a Goldman Sachs pensa do Bitcoin, alguns dos especialistas do setor aproveitaram para tirar um pouco de sarro da opinião da empresa de investimentos.

Alguns acreditam que o ataque da empresa de investimento foi uma tática para enganar o mercado e poder comprar mais Bitcoins.

“Quando mais eu penso sobre isso, mais me parece que o relatório da Goldman era uma jogada falsa. Me parece que é algo que a lula vampírica (um tipo de animal) faria. Eles provavelmente vão mudar de nome para ‘Goldman Stackin Sats’ logo.”

Willy Woo, outro grande nome do criptomercado, também acredita que a Goldman Sachs está querendo aproveitar para comprar Bitcoin.

“Goldman Sachs ama tanto o Bitcoin eu eles falam para os clientes não comprar, assim eles podem comprar mais.”

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Glaidson dos Santos em pronunciamento feito pela Gas Consultoria antes de Operação da PF Faraó dos Bitcoins

Justiça bloqueia mais de meio milhão do “Faraó dos Bitcoins” em apenas quatro horas

A justiça brasileira determinou o bloqueio de mais de meio milhão de reais das contas do Faraó dos Bitcoins em menos de quatro horas. Essa...
Homem com algemas segurando Bitcoin criptomoedas sequestro prisão

Polícia desarticula quadrilha que iria sequestrar investidor de criptomoedas em Campinas

A polícia militar de São Paulo, por meio de seu Batalhão de Ações Especiais (BAEP), ajudou o Gaeco a desarticular uma quadrilha que planejava...
Imagem de enterro do Bitcoin após morte

Quantas vezes o Bitcoin morreu? 37 só este ano

Segundo estatísticas do site 99Bitcoins, o Bitcoin já foi declarado "morto" 37 vezes apenas em 2021, quase três vezes mais do que todo o...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias