Especialista erra ao afirmar que bitcoin ultrapassou Visa em volume de transações

Ainda não, grande Willy Woo

Siga no

Entre os especialistas do mercado de criptomoedas, um dos mais entusiastas do Bitcoin é, sem dúvidas, Willy Woo. Suas previsões são geralmente otimistas com relação a criptomoeda, e em seu mais recente parecer o ativo parece ter conquistado uma importante marca. De acordo com ele o bitcoin ultrapassou a gigante de pagamentos Visa em termos de volume de transações. Mas será que esta informação realmente procede?

As observações de Woo se baseiam sobretudo em corretoras e de movimentos de carteiras digitais. Entretanto, o especialista ignora os pagamentos circulares entre carteiras e os múltiplos saltos que ocorrem em meio a estas transações. Assim sendo, é possível que haja alguma imprecisão em suas informações sobre este fato.

O analista utilizou o Twitter para falar a respeito do assunto. De acordo com ele, enquanto a Visa processou 139 bilhões de dólares em volume de pagamentos durante o ano de 2109, o BTC foi responsável por um total de 727 bilhões de dólares. Assim sendo, de acordo com seus cálculos a criptomoeda apresentou um desempenho 426% maior do que a empresa.

Algumas imprecisões nas considerações de Woo

O parecer de Willy Woo está baseado em um estudo divulgado pela Coinmetrics a respeito do volume de transações do Bitcoin na rede. Mas após ler o tweet do analista, muitas pessoas começaram a notar algo estranho em seus cálculos, que não estavam batendo. Isto porque a Visa divulgou um informativo a respeito de seu desempenho durante o ano de 2019, e mostrou que não houve um total de 138 bilhões de dólares em transações durante o ano. Este valor diz respeito a transações que ocorreram durante os 12 meses, sem ser seu total.

Assim sendo, a companhia informou que o volume total de negociações realizado durante o último ano foi de 8,8 trilhões de dólares. O resultado ultrapassa, e muito, a estimativa total do Bitcoin. Desta forma, tudo indica que Woo fez uma pequena confusão com as informações que recebeu a respeito das transações da Visa e da criptomoeda em 2019. Posteriormente Woo se desculpou pelo erro na rede social e trouxe os dados corretos.

Por outro lado, mesmo com a diferença entre as duas plataforma o último ano trouxe grandes conquistas para o Bitcoin e o criptomercado. Entre as vitórias conquistadas pela criptomoeda está o fato de que em 04 de dezembro de 2019 o BTC bateu o recorde de maior volume horário de negociação em dólares de toda a história. Na data a criptomoeda movimentou mais de 8,9 bilhões em cadeia, um valor nunca antes visto por investidores e especialistas.

Jeferson Scholz
Jeferson Scholz
Jornalista. Escrevi dois artigos acadêmicos publicados no congresso de comunicação INTERCOM, e fui diretor do documentário universitário "Planeta dos Desmortos - O Mito Zumbi".

Governo da Ucrânia ensina bitcoin para população

O Ministério da Transformação Digital da Ucrânia criou uma campanha para ensinar  bitcoin, blockchain e criptomoedas para a população. Os vídeos foram desenvolvidos em...

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...
BCHA-51-attack

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

Últimas notícias

Impressora de dinheiro ligada: BC aumentou em quase 50% base monetária em 12 meses

O Banco Central do Brasil imprimiu muito dinheiro nos últimos doze meses, inflando a base monetária do país. De acordo com o BC houve...

Grupo anônimo de baleias lança ataque 51% contra fork do Bitcoin Cash

A rede da criptomoeda Bitcoin Cash ABC (BCHA), que surgiu no meio do mês como resultado de um hard fork do Bitcoin Cash, está...

30 bilionários possuem bitcoin, mas não falam sobre isso, revela milionário do Twitter

O multimilionário filantrópico Bill Pulte, apelidado de "Bitcoin Bill" após sua entrada no mercado de bitcoin em dezembro de 2019, afirmou em uma live...