Fórum criado por Satoshi Nakamoto proíbe mixers após autoridades derrubarem Sinbad

A primeira sanção contra esses serviços aconteceu em 2022, quando os EUA fechou o mixer Blender, também acusado de servir como uma ferramenta para o grupo Lazarus.

O Bitcointalk, fórum criado por Satoshi Nakamoto, anunciou nesta sexta-feira (1º) que proibirá anúncios de mixers em seu site a partir de 1º de janeiro de 2024. Atualmente a plataforma abriga diversas campanhas de assinatura de mixers, onde usuários recebem bitcoins para promover tais serviços.

A decisão ocorre poucos dias após agências internacionais fecharem mais um mixer, o Sinbad. As acusações principais são de facilitação de lavagem de dinheiro para o grupo Lazarus. O site da Sinbad foi derrubado na última quarta-feira (29).

“Hoje, o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC) sancionou o Sinbad.io (Sinbad), um mixer de moeda virtual que serve como uma ferramenta chave de lavagem de dinheiro do Grupo Lazarus, um grupo de hackers cibernéticos patrocinado pelo Estado da República Popular Democrática da Coreia (RPDC).”

Site da Sinbad após ser derrubado pelas autoridades. Fonte: Reprodução.
Site da Sinbad após ser derrubado pelas autoridades. Fonte: Reprodução.

Segundo o anúncio do Departamento do Tesouro dos EUA, o grupo Lazarus foi responsável pelo hack da Horizon Bridge e também do Axie Infinity.

Já o Sinbad também era usado para “ofuscar transações ligadas a atividades malignas, como evasão de sanções, tráfico de drogas, compra de materiais de abuso sexual infantil e vendas ilícitas adicionais em mercados da darknet”.

Bitcointalk censura mixers

Theymos, administrador do Bitcointalk, apenas fechou o tópico da Sinbad em um primeiro momento, também excluindo todos os links do mixer. Citando a polícia holandesa, destacou que “um serviço de mixer de criptomoedas não é necessariamente ilegal”, mas que um mixer censurado era diferente.

Já nesta manhã de sexta-feira, Theymos comunicou que estará proibindo todo e qualquer anúncio de mixers no fórum. A decisão terá início a partir de 1º de janeiro de 2024.

“O Bitcointalk.org visa permitir tanta liberdade quanto for razoavelmente possível. Mas este não é um fórum darknet, e com os mixers parecendo “cada vez mais cinza”, não é mais razoavelmente possível permitir links para mixers.”

“Embora “um serviço de mixer de criptomoedas não seja necessariamente ilegal”, surgiu um padrão claro em que os mixer aparecem, duram um pouco e depois são derrubados pelas autoridades quando ficam grandes demais”, continuou o comunicado. “Permitir que os mixers sejam publicados no bitcointalk.org antes que aparentemente sejam declarados ilegais e apreendidos não é sustentável. Portanto, links para mixers não serão mais permitidos, assim como links para sites darknet já não são permitidos.”

Mixers são banidos do Bitcointalk, fórum criado por Satoshi Nakamoto. Fonte: Reprodução.
Mixers são banidos do Bitcointalk, fórum criado por Satoshi Nakamoto. Fonte: Reprodução.

Antes do Sinbad, o governo americano, junto a autoridades de outros países, também fecharam o ChipMixer, também muito famoso no Bitcointalk.

A primeira sanção contra esses serviços aconteceu em 2022, quando os EUA fechou o mixer Blender, também acusado de servir como uma ferramenta para o grupo Lazarus.

Por fim, criminosos e agências governamentais estão em um jogo de gato e rato. Enquanto hackers continuam drenando milhões em vários ataques, governos estão tentando fechar o cerco para que essas criptomoedas não sejam aceitas no mercado.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Henrique HK
Henrique HKhttps://github.com/sabotag3x
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias