Bitmain lança equipamento de mineração de Ethereum equivalente a 25 RTX 3080

Chamado Antiminer E9, o novo equipamento de mineração de Ethereum da Bitmain é equivalente a 25 placas de vídeo RTX 3080, além disso, consome cerca de 3 vezes menos energia com seus 1.920 W.

Pilha de moedas físicas de Ethereum sobre notebook.
Pilha de moedas físicas de Ethereum sobre notebook.

A Bitmain, conhecida por suas ASICs de Bitcoin, colocou sua nova máquina de mineração de Ethereum à venda nesta quarta-feira (6). Chamado Antminer E9, o equipamento alcança 2.400 MH/s, equivalente a 25 placas de vídeo RTX 3080.

Quem quiser comprar o equipamento, precisará desembolsar 9.999 dólares, cerca de R$ 54 mil, mais os custos de importação para o Brasil e, claro, impostos.

Contudo, vale lembrar que a migração do Ethereum para Proof-of-Stake (PoS) está programada ainda para este ano. Portanto, é possível que o equipamento não dê retorno financeiro, aumentando o risco do investimento.

Bitmain lança minerador para Ethereum

Chamado Antiminer E9, o novo equipamento de mineração de Ethereum da Bitmain é equivalente a 25 placas de vídeo RTX 3080, além disso, consome cerca de 3 vezes menos energia com seus 1.920 W.

“O Antminer E9 estabelece um novo padrão em desempenho computacional ao empregar um poderoso hashrate de 2.400 Mh/s, equivalente a 25 placas gráficas RTX 3080.”

Antminer E9 para mineração de Ethereum da Bitmain. Fonte: Reprodução.

No site oficial da Bitmain, é possível encontrar o produto por US$ 9.999 dólares, cerca de 54 mil reais. Entretanto, vale notar que este valor pode aumentar devido ao frete e taxas de importação para o Brasil.

De qualquer forma, o equipamento é cerca de três vezes mais barato do que um rig com 25 RTX’s 3080 da NVIDIA, considerando seu preço base.

Dá tempo para lucrar?

Com a migração do Ethereum para Proof-of-Stake (PoS) programada para este ano, o investimento no Antminer E9 parece bastante arriscado. Afinal, o equipamento se tornará obsoleto após tal evento, servindo apenas para minerar a pequena Ethereum Classic (ETC) no futuro.

Segundo dados do Whattomine, levariam 240 dias (8 meses) para o equipamento apresentar retorno. Isso com base recompensas atuais e sem considerar os custos com eletricidade, portanto estes valores podem apresentar grande variação dependendo do preço do ETH.

Portanto, a Bitmain parece estar com um elefante branco no meio da sala. Sua única saída será minerar Ethereum Classic no futuro. Entretanto, o ETC é muito menor que o ETH, o que pode aumentar significativamente o tempo para que o investimento se transforme em lucro.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias