Inicio Blockchain Blockchain dá vida ao primeiro aplicativo de licitações do Brasil

Blockchain dá vida ao primeiro aplicativo de licitações do Brasil

Tecnologia desenvolvida pela Bahia ajudará a fomentar o desenvolvimento da agricultura familiar.

-

Compartilhe
Blockchain é usada em aplicativo SOL na Bahia

A tecnologia blockchain está por trás de um importante lançamento brasileiro. O país deverá contar com seu primeiro aplicativo voltado para o processo licitatório. A evolução tecnológica permitirá que este avanço simplifique o acesso ao processo de licitação promovido pelo governo. Por enquanto a novidade faz parte apenas do estado da Bahia e do Rio Grande do Norte.

O bitcoin foi criado a partir da tecnologia blockchain que ganha espaço nos mais variados setores de controle de dados. Informações armazenadas via blockchain permite mais transparência e agilidade nos processos, algo indispensável para licitações. Com a tecnologia blockchain, as licitações na Bahia deverão vivenciar um processo totalmente digitalizado para este tipo de contrato.

Governo da Bahia investe na tecnologia blockchain

A tecnologia blockchain deverá acelerar os processos licitatórios na Bahia. Com o lançamento do SOL, o aplicativo permitirá que licitações aconteçam através do ambiente digital. Além disso, o controle de dados e informações é gerenciado por uma cadeia criada a partir da tecnologia blockchain. Ou seja, informações sobre os processos de licitação não poderão ser apagadas do aplicativo.

A sigla SOL significa Solução Online de Licitação. A criação do governo baiano poderá servir para demais estados que visam digitalizar processos de licitação importantes para a administração estadual. O desenvolvimento do aplicativo SOL aconteceu através da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR).

A (CAR) está vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural da Bahia (SDR). A proposta do aplicativo é criar uma rede tecnológica de fomento a agricultura familiar do estado. O lançamento do SOL aconteceu nesta terça-feira (9) segundo a secretaria de comunicação do governo da Bahia. Outro estado que deverá integrar o projeto SOL é o Rio Grande do Norte.

O aplicativo SOL foi desenvolvido pela empresa Caiena Tecnologia e Design. O lançamento do aplicativo aconteceu na manhã desta terça-feira (9) em Salvador – BA.O aplicativo está disponível para os sistemas Android e iOS.

Tecnologia servirá para desenvolvimento de cooperativas

A tecnologia blockchain foi amplamente explorada no aplicativo SOL. Através deste aplicativo, milhares de agricultores encontrarão soluções para a participação de processos de licitação envolvendo o fornecimento de bens e serviços para a Bahia. O SOL permitirá que cooperativas e associações participem amplamente de processos de licitação relacionados a aquisição de alimentos, por exemplo.

O governo busca incentivar a agricultura familiar, permitindo que o acesso ao desenvolvimento chegue até a população rural. A iniciativa do aplicativo SOL é voltada totalmente para a agricultura familiar. A proposta do governo é de que através do SOL outros dois programas de incentivo sejam incorporados à tecnologia blockchain. Além disso, estima-se que mais de mil organizações devam ser beneficiadas com o projeto.

Esses programas fazem parte tanto da Bahia como do Rio Grande do Norte. A integração desses programas permitirá que os estados utilizem a tecnologia blockchain para o desenvolvimento da agricultura familiar. Sendo assim, devem integrar o projeto SOL o programa social conhecido como Bahia Produtiva (BA) e o programa Governo Cidadão que atua no Rio Grande do Norte.

Curta nossa página no Facebook e também no Twitterpara começar e terminar o dia bem informado. Cadastra-se também na Newsletter para receber em seu e-mail.

MAIS LIDOS

Congressistas entendem a diferença entre a Libra e o Bitcoin

A criptomoeda Libra tem sido associada ao Bitcoin, entretanto, há diferenças entre os projetos. De acordo com Charlie Shrem, os congressistas dos EUA conseguem...

Como ganhar dinheiro com a volatilidade do bitcoin

O Bitcoin é um ativo bastante volátil, ele possui mais de 63% de volatilidade anual. Isso significa que ele pode retrair ou expandir 63%...

Bitcoin atinge R$ 1 bilhão em negociações no Brasil e quebra recorde na América Latina

O Brasil registrou mais de R$ 1 bilhão em negociações envolvendo o bitcoin. A criptomoeda vive um importante momento de expansão na América Latina....

Hacker invade corretora de criptomoedas e rouba mais de R$ 120 milhões

Na última quinta-feira (11) a Bitpoint sofreu um duro ataque hacker em sua plataforma. A corretora de criptomoedas perdeu mais de R$ 120 milhões...

Clientes da Indeal defendem empresa

Após uma investigação da Polícia Federal, os negócios da Indeal deixaram de ser operados em todo o Brasil. A investigação resultou na prisão de...

Bitcoin vai subir? Trader aponta U$ 16 mil em breve

Na última semana o preço do Bitcoin em real ultrapassou os R$ 50 mil, a desvalorização veio forte. No momento da escrita deste, a...
 

COMENTÁRIOS

MAIS LIDOS

Congressistas entendem a diferença entre a Libra e o Bitcoin

A criptomoeda Libra tem sido associada ao Bitcoin, entretanto, há diferenças entre os projetos. De acordo com Charlie Shrem, os congressistas dos EUA conseguem...

Como ganhar dinheiro com a volatilidade do bitcoin

O Bitcoin é um ativo bastante volátil, ele possui mais de 63% de volatilidade anual. Isso significa que ele pode retrair ou expandir 63%...

Bitcoin atinge R$ 1 bilhão em negociações no Brasil e quebra recorde na América Latina

O Brasil registrou mais de R$ 1 bilhão em negociações envolvendo o bitcoin. A criptomoeda vive um importante momento de expansão na América Latina....

Hacker invade corretora de criptomoedas e rouba mais de R$ 120 milhões

Na última quinta-feira (11) a Bitpoint sofreu um duro ataque hacker em sua plataforma. A corretora de criptomoedas perdeu mais de R$ 120 milhões...

Clientes da Indeal defendem empresa

Após uma investigação da Polícia Federal, os negócios da Indeal deixaram de ser operados em todo o Brasil. A investigação resultou na prisão de...
Compartilhe