BNDES financiou projeto blockchain focado em smart cities

Iniciativa paulista trabalha com inovações tecnológicas para cidades do futuro.

Siga no
BNDES
BNDES/Reprodução/Youtube

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foi fundado em 1952, para investir no futuro do Brasil. De acordo com um anúncio na última quarta-feira (12), o BNDES afirma que financiou um projeto paulista, que fará uso das tecnologias blockchain e IoT.

O projeto será importante para avançar um tema importante e emergente em todo o mundo: smart cities. Na tradução literal, as Cidades Inteligentes são o que se espera para um futuro não tão longínquo.

Isso porque, a nova realidade das cidades seria, na visão de entusiastas desse futuro, imersa em diferentes tecnologias. Com dispositivos eletrônicos inteligentes, moedas digitais, entre outros, a preocupação seria com a proteção dos dados captados e a privacidade da população.

BNDES financiou projeto de empresa paulista ligado às smart cities, que fará uso de IoT e blockchain

Desde que a tecnologia passou a ser um tema em alta, o potencial dessa para alterar a realidade para a população mundial avançou. Hoje, muito se fala em dispositivos eletrônicos inteligentes em casa, mas também avança os estudos para levar inovações para as cidades.

Com o conceito de cidades inteligentes, é imaginado uma realidade totalmente do que vivemos hoje. No futuro, estimam alguns entusiastas, a cidade irá interagir com a população, através de dispositivos eletrônicos diversos.

Os semáforos, por exemplo, poderiam abrir e fechar de acordo com dados do tráfego, retirando a necessidade de humanos realizar tal trabalho, entre inúmeras outras possibilidades. Em um mundo repleto de dados, a digitalização não oferece apenas vantagens, mas também preocupações.

Isso porque, ao armazenar dados, estes poderiam ser alterados por pessoas mal-intencionadas, que poderiam causar enormes danos. Dessa forma, uma das tecnologias promissoras para resolver isso é a blockchain, criada com as criptomoedas como o Bitcoin, em 2009.

No Brasil, o tema das cidades inteligentes também tem avançado, e uma empresa paulista ganhou um reforço para buscar essa realidade. De acordo com o BNDES, que financiou o projeto, a empresa Magna Sistemas Consultoria S.A. fará o uso das tecnologias blockchain e IoT para construir aplicações de cidades inteligentes.

R$ 12 milhões de aporte para construir projeto

Em nota, o BNDES afirmou que o projeto necessitava de R$ 14 milhões para viabilizar a inovação. Dessa forma, o banco público brasileiro realizou um aporte de R$ 12 milhões na Magna, ou seja, 80% do valor pedido.

A empresa, que conta com 590 funcionários, contratará mais 100 pessoas para lançar seu projeto. Com isso, a a equipe de pesquisa e desenvolvimento, treinamento, marketing e comercialização da Magna será ampliada.

Para Wellington Barros, gerente de Telecom, TI e Economia Criativa do BNDES, as prefeituras que são clientes da Magna poderão se aproveitar da iniciativa. A empresa, com sede em São Paulo, foi criada em 1966, pelo Grupo Magna.

“Além do suporte ao esforço de inovação para integração de tecnologias, como blockchain e IoT, o apoio financeiro à Magna permitirá a continuidade do desenvolvimento de soluções para Cidades Inteligentes por parte da empresa, com reflexo na melhoria dos serviços ao cidadão das prefeituras que são clientes da empresa”

Cabe o destaque que o BNDES foi a primeira empresa pública a acreditar no potencial da tecnologia blockchain. O Banco, inclusive, tem um token próprio, chamado de BNDES Token, lançado na blockchain da Ethereum.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
CEFI vs DEFI

DeFi vs CeFi: Finanças Centralizadas vs Finanças Descentralizadas

Finanças descentralizadas (DeFi) são uma das fatias mais cobiçadas da indústria de blockchain hoje, mas a ideia em si tem origens muito mais humildes. Na verdade,...
Tokyo 2020

Emissora usa imagem do Bitcoin para representar El Salvador nas Olimpíadas de Tóquio

As Olimpíadas de Tóquio começaram oficialmente nesta sexta-feira (23), em meio às restrições da pandemia e atraso de um ano. O evento começou com...
Big Techs

Gigantes da tecnologia correm para entrar no mercado de criptomoedas

Amazon, Facebook, Twitter, Reddit, Signal, Kin e provavelmente o Google são apenas algumas das maiores empresas de tecnologia do mundo que agora estão envolvidas...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias