Capitalização do mercado de criptomoedas atinge maior alta dos últimos seis meses

Siga no
Criptomoedas altcoins
Criptomoedas altcoins

2020 tem se mostrado um excelente ano para o criptomercado, pelo menos até o momento. A maior prova disto está no fato de que o volume de negociação em criptomoedas atingiu a maior alta dos últimos seis meses nesta quinta-feira (13). O total de capitalização em ativos digitais está em 300 bilhões de dólares, o mais alto desde o dia 19 de agosto de 2109.

Algo que tem chamado a atenção de investidores e especialistas é a perda de dominância do Bitcoin. Apesar de seu valor continuar subindo progressivamente, as demais Altcoins tem se mostrado cada vez mais forte dentro do criptomercado. Todos estes ativos estão no verde, com um aumento exponencial de seus preços. Este pode ser o primeiro passo de uma mudança no mundo das criptomoedas.

Quando o ano iniciou, o volume total de negociação com ativos digitais era de 190 bilhões de dólares. Em menos de 45 dias houve um incremento de quase 60% nestes valores, impulsionado sobretudo pelo ótimo momento vivido pelo criptomercado. Mas ao contrário de outras épocas em que houve um boom semelhante, desta vez não é apenas por causa do Bitcoin. Outros tokens tem desempenhado um protagonismo nunca antes visto.

O que esperar

Com a ampliação da dominância de outras moedas digitais, o Bitcoin perdeu quase 6% de seu controle total no criptomercado desde o início do ano. Para muitos especialistas, isto significa uma grande oportunidade para outras criptomoedas, sobretudo Altcoins. Entre os ativos que reforçam esta expectativa estão Bitcoin SV e o Tezos. Ambos subiram mais de três dígitos desde janeiro, sendo a alta do primeiro de 123% e do segundo de 150%.

O Ethereum, um dos principais Altcoins do criptomercado também tem tido ótimos resultados em 2020, subindo 90% até o momento. Assim sendo, os próximos meses devem ser bastante produtivos para todas as criptomoedas de forma em geral. E além deste quadro de alta total, há ainda um outro fator que torna o ano excepcionalmente especial para a criptoeconomia: o próximo halving que deve acontecer no mês de maio.

O evento ocorre a cada quatro anos e proporciona uma redução de taxas em novas criptomoedas que são criadas, além de diminuir as recompensas por blocos oferecidas para os mineradores. Consequentemente, o acontecimento faz com que haja uma emissão de ativos digitais em ritmo estável, conforme uma taxa de declínio previsível. A partir disto, a oferta e a demanda de tokens deve aumentar ainda mais seus preços e sua dominância durante 2020.

Jeferson Scholz
Jeferson Scholz
Jornalista. Escrevi dois artigos acadêmicos publicados no congresso de comunicação INTERCOM, e fui diretor do documentário universitário "Planeta dos Desmortos - O Mito Zumbi".

“Nunca emprestamos dinheiro para a Singu”, diz BitcoinTrade em caso da Natura e Tallis...

A Natura é uma das empresas mais conceituadas do Brasil e um investimento considerado seguro por muita gente. Como qualquer outra ação, os títulos...

Coluna do TradingView: Bitcoin e a briga de compradores e vendedores

Bitcoin chegou no topo e já ensaiou um rompimento, mas falhou. O preço está brigado no topo e se romper pode ser um estouro....

Visa vai conectar sua rede de pagamentos a criptomoeda

A Visa, uma das maiores processadoras de pagamentos do mundo anunciou nesta quarta-feira (2) que vai integrar o seu sistema de pagamento com o...

Últimas notícias

Coluna do TradingView: Bitcoin e a briga de compradores e vendedores

Bitcoin chegou no topo e já ensaiou um rompimento, mas falhou. O preço está brigado no topo e se romper pode ser um estouro....

Visa vai conectar sua rede de pagamentos a criptomoeda

A Visa, uma das maiores processadoras de pagamentos do mundo anunciou nesta quarta-feira (2) que vai integrar o seu sistema de pagamento com o...

Visa lança cartão de crédito com cashback em bitcoin

Agora você pode receber 1.5% de cashback em bitcoin por compras efetuadas por meio de um novo cartão de crédito lançado pela Visa em...