Carecas da Jamaica

Em criptos, estamos na fase 1, onde a estrutura são as coins da blockchain. Ainda não existe um projeto que encoraje o público a utilizá-lo em seu dia a dia (gostem ou não); e enviar tokens de um lado para o outro por si só tem valor limitado.

A preocupação do mercado com o preço do bitcoin é um indício do estágio inicial em que ele se encontra. Já assisti diversas entrevistas com Vitalik Buterin e em nenhuma lembro-me dele comentando os preços do ETH. Seu foco está em como aumentar a capacidade do ethereum de suportar mais (e melhor) aplicações.

Por que o mercado não é assim? Ele é assim, mas não com criptomoedas. O planejamento estratégico das empresas é acompanhado de perto, com leituras imersivas de seus relatórios e outros independentes sobre as indústrias onde atuam. Curtidas em tweets não são a mesma coisa.

O fim almejado é a melhor alocação possível do capital. A diferença entre a especulação ignóbil em criptos e o investimento consciente feito em empresas é a mesma que existe entre um surfista e um navio pesqueiro. Ainda que compartilhem o mesmo mar, um enxerga a próxima onda; o outro, os cardumes. Notem que é possível surfar em ações (vide GME, AMC), mas quem nelas surfa?

Quando as criptos serão vistas vis-à-vis ações de empresas? As respostas vêm do passado; por sorte, o recente. A Internet foi o que as criptos são. As criptos serão o que a Internet é. Aí venceremos. Me explico.

Há 25 anos ninguém (empresas) sabia o que fazer com Internet. Com o tempo o e-commerce consolidou-se, em seguida a computação na nuvem, depois o streaming e o mobile. Hoje, quem não tem claro o papel da Internet nos seus negócios come grama pela raiz.

As empresas de infraestrutura (Cisco, Sun, Novell, AT&T) valorizaram-se primeiro. Hoje, o valor está nas empresas de aplicações (FAANGs) e nas que incorporam isso nos seus negócios (Alibaba, Uber, Airbnb, Paypal).

Em criptos, estamos na fase 1, onde a estrutura são as coins da blockchain. Ainda não existe um projeto que encoraje o público a utilizá-lo em seu dia a dia (gostem ou não); e enviar tokens de um lado para o outro por si só tem valor limitado.

A fase 2 inicia com essas aplicações surgindo e seus tokens valorizando-se em detrimento das coins que o suportam.

Por fim, notem que enquanto existe aquisição de empresas, não existe aquisição de criptos. Isso implica que os perdedores vão a zero. Já dizia o poeta “aos carecas da Jamaica, nada”.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
fernando benderhttps://greenfield-br.com
doutor em engenharia elétrica pela ufrgs, dev manager na greenfield.

Últimas notícias