CEO da Binance diz que crash das criptomoedas está longe do fim

Para CZ, o crash está longe do fim e pode durar quatro anos, se o ciclo atual for igual aos anteriores.

CEO da Binance, CZ
CEO da Binance, CZ. Twitter.

Para o CEO da Binance, a maior corretora de criptomoedas do mundo, o crash das criptomoedas é uma situação normal que faz parte dos ciclos de mercado. Segundo Changpeng Zhao (CZ), a queda atual está longe do fim e pode durar cerca de quatro anos.

Na quarta-feira, CZ revelou que a Binance está procurando preencher 2.000 vagas de emprego na empresa. Ele disse que deseja concluir a contratação até o final do ano, o que aumentaria sua equipe para 8.000 pessoas.

Muitas corretoras de criptomoedas, incluindo a Coinbase, anunciaram recentemente cortes de funcionários. No entanto, CZ deu a entender que a Binance está em uma forte posição de caixa e pode contratar quando outras empresas estão demitindo.

Crash está longe do fim

À medida que as criptomoedas enfrentam forte queda, CZ descreveu a situação como necessária, no qual os projetos fracos morrem, deixando apenas os fortes, que florescerão quando os bons tempos retornarem.

“Embora seja doloroso para muitas pessoas, elimina os projetos fracos, e apenas os fortes permanecem. Todo aquele que sobrevive, será mais forte.”

Para CZ, o crash está longe do fim e pode durar quatro anos, se o ciclo atual for igual aos anteriores.

“É ruim e historicamente tem sido em ciclos de quatro anos, mas a história não prevê o futuro. “Mas quando esse desastre está acontecendo, também há oportunidades.”

O preço do Bitcoin caiu 11% nas últimas 24 horas, chegando a ser abaixo de 18 mil dólares, o menor dos últimos dois anos. Isso enviou uma onda de pânico em todo o mercado de criptomoedas com os detentores de Bitcoin expressando medo de um possível crash.

Como resultado, os investidores de Bitcoin estão vendendo em pânico, forçando a capitalização de mercado da moeda digital cair mais de US$ 43 bilhões, de US$ 390 bilhões para US$ 345 bilhões.

Falando sobre o assunto, CZ disse que passou por três mercados de baixa e teve paciência até que o mercado voltasse a subir.

Ele revelou como o valor de seu investimento em Bitcoin caiu de 20 mil dólares para US$ 3.000 em 2017.

“Este é meu 3º ciclo. Em 2013 subiu para $ 1k, então caiu para $ 200, por um ano. 2017 subiu até $ 20k, depois caiu para $ 3k, também por um ano. Em 2021 subiu para $ 68k e caiu para $ 20k.” Disse CZ no twitter.

“Você vê um padrão? Comprei alguns bitcoins em 2014, a um custo médio de cerca de US$ 600, pouco antes de chegar a US$ 200. O resto é história.”  – Completou.

Mercado mais forte

CZ disse também que espera que muitas empresas do setor lutem ou falhem durante o mercado de baixa, mas que o espaço acabará voltando mais forte do que era.

“Embora muitos projetos e exchanges tenham dificuldades no mercado em baixa, muitos voltarão mais fortes do que antes. Aqueles que falham honestamente, iniciarão novos projetos e trarão aprendizados críticos dessa experiência. É assim que uma indústria cresce.

Embora tenhamos o benefício da experiência de ciclos anteriores, também não estamos imunes a este ciclo. Faremos uma profunda auto-inflexão para nos prepararmos melhor para o próximo mercado altista”.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Livecoins
Livecoins é um portal de blockchain e criptoeconomia focado em notícias, artigos, análises, dicas e tutoriais.

Últimas notícias