CEO da Binance diz que investidores não venderão os R$ 17 bilhões em Bitcoin da Mt Gox

Moedas de Bitcoin boiando no mar.
Moedas de Bitcoin boiando no mar.

O fantasma da falida exchange Mt Gox voltou a assombrar o mercado na última semana. Cerca de 150.000 bitcoins (R$ 17,2 bi) voltarão a circular após 8 anos de um dos maiores hacks da história. Entretanto, Chanpeng Zhao, o CZ da Binance, acredita que as pessoas não venderão suas moedas.

A lógica de CZ é bastante simples, os afetados investiam em Bitcoin quando a moeda custava apenas 200 dólares. Além disso, possuem uma “mentalidade da velha guarda”.

De qualquer forma, podemos comparar esta quantia aos 80.000 bitcoins vendidos pela Terra (LUNA) em maio deste ano. Sendo direto, o mercado absorveu bem esta venda, realizada em uma só tacada.

Bitcoins da Mt Gox prestes a entrar no mercado

Na última quarta-feira (6), a falida exchange Mt Gox liberou mais um documento sobre o “plano de reabilitação”, indicando que a distribuição de 150.000 bitcoins está cada vez mais próxima de acontecer.

À quem não lembra, estima-se que a Mt Gox perdeu cerca de 700.000 BTC em um hack ocorrido em 2014. Após alguns anos, o preço do Bitcoin disparou, fazendo com que cerca de 150.000 BTC ainda em suas mãos pudessem servir de conforto aos seus ex-clientes afetados.

Hoje estes 150 mil bitcoins valem mais de 17 bilhões de reais, o que pode causar uma grande pressão de venda no mercado, já em queda desde novembro do ano passado.

Zhao não acredita que investidores venderão seus bitcoins

Devido ao medo de um possível despejo de milhares de bitcoins no mercado, um usuário questionou Changpeng Zhao, CEO da Binance, se tal notícia seria algo para se preocupar ou apenas mais um FUD. Como resposta, CZ apontou que a mentalidade destas pessoas é diferente.

“Basta perguntar a si mesmo, se você entrou nas criptomoedas e tem BTC de 2014, você terá pressa para vender agora?” escreveu Changpeng Zhao. “Mentalidade da velha guarda vs recém-chegados. Não se preocupe.”

“Para quem não sabe. Em 2014, o BTC estava em 200 dólares.”

Portanto, é claro que alguns investidores podem vender suas moedas, afinal estiveram privados de suas economias por 8 anos. Entretanto, CZ acredita que não existirá uma venda em massa, sobretudo de imediato.

Como comparação, a Terra (LUNA) despejou 80.000 BTC em uma tacada só em maio deste ano para tentar evitar o colapso de sua stablecoin. Tal montante foi engolido pelo mercado, provando a liquidez da criptomoeda que teve pouca alteração em seu preço.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias