CEO da Ledger acredita em smartphones para guardar criptomoedas

Empresa produz hardware wallets!

Siga no

As criptomoedas são moedas digitais que devem ser guardadas com segurança, porque elas representam uma nova era bancária. Várias são as opções para usuários que querem guardar suas finanças. Dito isso, o CEO da Ledger acredita em smartphones para guardar criptomoedas em um futuro próximo.

Eric Larchevêque, o CEO da Ledger, disse que a melhor forma de armazenar criptomoedas é via hardware wallets. Entretanto, na opinião de Eric nos próximos cinco anos os smartphones poderão ter seu espaço.

Hardware Wallets vs Smartphones para guardar criptomoedas

Muitos que iniciam no mercado das criptomoedas ainda deixam suas reservas em exchanges. Isso acontece principalmente pelo fato das pessoas não conseguirem entender a lógica deste mercado. Além disso, há as barreiras iniciais de usabilidade das criptomoedas, que devido ao desconhecimento das pessoas, acabam armazenando suas moedas em locais errados.

Certamente, entender o funcionamento das wallets de criptomoedas garante uma grande segurança. Neste sentido, propostas de wallets físicas (hardware wallets), como a Ledger e Trezor, são boas alternativas.

Ainda que a facilidade de se gastar não se compara com smartphones, tais carteiras físicas propiciam maior segurança. O CEO da Ledger, Eric, disse acreditar que são boas alternativas para indivíduos e empresas. Entretanto, elas não escalam.

De acordo com Eric, os smartphones terão seu lugar no mundo quando a segurança das wallets for maior. Porém, as hardware wallets ainda terão seu lugar, visto que são dispositivos específicos para guardar criptomoedas.

Aplicativos mobile ainda são inseguros

A comunidade de criptomoedas ainda não pode confiar seus saldos de criptmoedas inteiramente em aplicativos mobile.

Muitos ainda são fraudulentos, se passando por legítimos. Além disso, celulares ainda são facilmente roubados e infectados por malwares, o que torna estes dispositivos mais sensíveis. Certamente que o backup da chave privada ajudaria nestes casos, mas para novos usuários tudo isso ainda é muito novo.

Mercado de smartphones blockchain não está forte

Várias opções de smartphones têm surgido no mercado mundial. Talvez a mais forte seja a integração do Samsung Galaxy 10 com às criptomoedas.

Entretanto, empresas que lançaram produtos específicos não estão encontrando facilidades. A Sirin Labs, por exemplo, anunciou no último dia 15 de abril que irá demitir 25% dos seus funcionários.

Tal fato, ainda mostra que o prazo para adoção de soluções smartphones com segurança ainda pode levar um certo tempo.

Finalmente, a guarda de criptomoedas em exchanges devem ser evitada, sendo um estudo sobre as hardware wallets um ponto a ser considerado por quem está entrando no mercado.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.
Shiba-Inu

Um dólar investido na criptomoeda Shiba Inu há um ano rendeu R$ 2 milhões

O preço da Shiba Inu (SHIB) renovou hoje seu recorde histórico em US$ 0,00004447. Ao longo de um dia, a criptomoeda meme viu seu...
Epic Games

Epic Games abraça jogos de criptomoedas banidos da Steam

De acordo com o tweet publicado por Tim Sweeney, CEO da Epic Game Store, a loja online irá aceitar jogos com tecnologias baseadas em...
Baleia Bitcoin. (Imagem: Adobe Stock)

Baleias movem R$10 bilhões em duas transações após correção do Bitcoin

Após o preço do Bitcoin voltar para a região dos 60 mil dólares depois de ter quebrado sua alta máxima de 66 mil, duas...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias