Clientes não conseguem sacar na Binance e se revoltam com exigência de “declaração renda”

Clientes tentam entender o que causou travamentos e como contornar os problema.

Vários brasileiros não conseguem sacar valores da corretora Binance, reclamando da empresa até em redes sociais. Em conversa com o Livecoins, um dos clientes declarou que a empresa não tem nem um suporte adequado para resolver a situação.

O caso ilustra que as dificuldades ocorrem quando clientes pedem para sacar, momento que recebem uma mensagem de comprovação de renda.

Na tela, a Binance pede que eles informem suas declarações de renda, mas pelo menos dois clientes não conseguiram sair da situação.

Ao tentar enviar documentos, a corretora informa apenas que a Declaração de Fonte de Renda não atendeu aos requisitos, sendo então os serviços suspensos.

Alerta da Binance diz que clientes não podem sacar até procederem com Declaração de Fonte de Renda
Alerta da Binance diz que clientes não podem sacar até procederem com Declaração de Fonte de Renda. Reprodução.

“Chega ser duvidoso isso”, diz cliente brasileiro da Binance que não consegue sacar valores

Agoniado, um dos investidores que conversou com a reportagem informou que opera há 2 anos na corretora e nunca teve problemas.

Ele vinha comprando bitcoin diariamente, mas precisava sacar parte do valor em Real para pagar contas, quando acabou surpreendido. Sem conseguir sacar, está preocupado com seu dinheiro preso na plataforma, um valor que para ele é considerável.

Surpreendido pela Binance, o cliente que prefere não se identificar disse que a prática é duvidosa em sua opinião.

“Eu vinha operando normal, na realidade estou me posicionando no mercado. Então não estava nem fazendo trade, somente comprando um pouco de btc por dia. Porém, ia sacar um valor, devido a contas que tenho que pagar.

Somente bloquearam e fui atrás de enviar meus documentos, imposto de renda 2021, extrato bancário de 3 meses comprovando minha renda de autônomo, tipo coisas que na realidade nem deveriam solicitar para sacar né. Chega ser duvidoso isso.”

Ao Livecoins, o cliente enviou capturas de tela de quando tentou enviar documentos. Como é autônomo e não recebe salários, ele enviou tudo que podia de informações, mas nada mudou.

Verificação Pessoal de renda é exigida pela Binance para que clientes saquem
Verificação Pessoal de renda é exigida pela Binance para que clientes saquem. Foto enviada ao Livecoins por cliente da Binance.
Documentos que a Binance exige para declaração de renda para clientes sacarem
Documentos que a Binance exige para declaração de renda para clientes sacarem. Arquivo enviado ao Livecoins por cliente.

A situação já havia sido publicada em um grupo da comunidade de criptomoedas brasileiro na última quarta-feira (8), quando outro cliente reclamou de uma situação similar.

Advogado explica o que pode causar bloqueios de contas em corretoras

O advogado Raphael Souza, comenta que, em geral, o bloqueio de conta em exchange acontece por três motivos: transações suspeitas, denúncias ou ausência de comprovação da origem do dinheiro, situação que está diretamente ligada aos processos de KYC e AML.

Contudo, não é razoável que uma corretora aceite diversos depósitos ou compra de criptomoedas dentro da plataforma por um período de tempo considerável e venha a bloquear a conta e/ou saldo apenas quando houver solicitação de saque.

Ou seja, o KYC deve ser realizado em procedimentos de compra, depósitos e saques. Acumular depósitos e negar apenas o saque, pode ser considerado abuso de direito e má-fé, conforme art. 187 do Código Civil Brasileiro.

Para resolver a situação é importante que o investidor atenda a todos os requisitos solicitados pela exchange, documentando passo a passo para constituir provas. Se mesmo assim não conseguir resolver a situação, é recomendado que procure um advogado especialista em criptomoedas para reaver os ativos na justiça.

O que diz a Binance sobre o caso?

O Livecoins procurou a Binance para entender o que causa o travamento dos saques dos clientes, e como contornar os problemas. Contudo, a corretora se limitou a informar que não permite que clientes transacionem seu KYC.

A Binance, a maior provedora global de infraestrutura para o ecossistema blockchain e de criptomoeda e maior corretora de ativos digitais por volume de transações, investe constantemente para oferecer mais e melhores produtos a todos os usuários do Brasil e do mundo, contribuindo para o desenvolvimento do ecossistema blockchain e cripto globalmente, de forma sustentável e segura para a comunidade.

Segurança e proteção dos usuários é uma prioridade para a Binance, e nesse sentido a exchange atua em permanente desenvolvimento e aprimoramento de processos e ferramentas. A empresa investe fortemente em tecnologias de KYC (Know Your Customer) e de monitoramento de transações, com alguns dos protocolos mais rígidos da indústria. Diferentemente de muitas corretoras, a Binance não permite que usuários transacionem em suas plataformas sem passar por checagens de KYC, que incluem o país de residência e informações pessoais de identificação.

A exchange possui ainda uma das políticas de AML (prevenção à lavagem de dinheiro) mais rígidas do setor fintech e desempenha um papel de liderança relevante no suporte à execução da lei, no combate a crimes cibernéticos e financeiros e no combate ao terrorismo. Essas ferramentas atendem ou superam as ferramentas normalmente usadas por instituições financeiras tradicionais, garantindo assim um ambiente seguro para todos os usuários.

A Binance mantém uma Central de Suporte que atende seus usuários 24 horas por dia, todos os dias da semana, nesta página e via chat oficial.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Siga o Livecoins no Google News.

Curta no Facebook, TwitterInstagram.

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias

Últimas notícias