Co-fundador do Uber vai lançar plataforma para negociação de criptomoedas

A ideia por trás da plataforma é que ela oferecerá um agregado de preços de criptomoedas de várias exchanges diferentes

-

Siga no
Anúncio

Voyager, este é o nome de uma nova plataforma para negociações de criptomoedas que está prestes a ser lançada pelo co-fundador da Uber. A exchange pretende oferecer taxas competitivas para seus usuários.

Oscar Salazar, o arquiteto fundador e diretor de tecnologia do aplicativo de transportes Uber, será o principal consultor de tecnologia da Voyager. Ele co-fundou a empresa com Philip Eytan, um dos primeiros investidores do Uber, assim como o empresário Gaspard e o veterano de operações Stephen Ehrlich, que atuará como CEO.

Ehrlich disse a Bussiness Wire: “olhamos o que estava atualmente disponível para os investidores participarem desse mercado e concordamos que é necessário que haja uma forma melhor. Os investidores merecem uma plataforma que seja estável, segura e econômica, e que ofereça os melhores recursos e funcionalidades, incluindo atendimento ágil ao cliente… Nossa plataforma multibanco ajudará a agregar e unificar um ecossistema amplamente fragmentado, oferecendo aos investidores de varejo execução rápida e melhor preço.”

Anúncio

A ideia por trás da plataforma é que ela oferecerá um agregado de preços de criptomoedas de várias exchanges diferentes, como a Coinbase ou Binance. Desta forma ela poderá oferecer preços mais competitivos.

Seguindo o modelo do aplicativo de negociação de ações Robinhood, que atualmente oferece negociação com taxa zero para cinco criptomoedas diferentes, a plataforma não cobrará dos usuários nenhuma comissão pelas negociações executadas.

A exchange deve começar a fase de testes beta nesta semana, e deve estar pronta para ser lançada em outubro deste ano.

Espera-se que ela ofereça a negociação da maioria dos principais criptomoedas do mercado, incluindo XRP e Stellar.

Um total de 15 tokens estarão disponíveis para negociação, para investidores individuais ou instituições e fundos de hedge.

De acordo com a empresa a plataforma contará com os seguintes recursos:

  • Abertura instantânea de conta;
  • Acesso a 15 tokens populares;
  • Roteamento inteligente de pedidos através da combinação ideal de exchanges com base nas condições de mercado;
  • Negociações Cripto/fiat, e cripto/cripto;
  • Notícias, feeds sociais e alertas para manter os usuários conectados ao mercado;
  • Interface intuitiva e ferramentas avançadas para negociar, pesquisar ideias e acompanhar investimentos;
  • Atendimento ao cliente 24 horas por dia, 7 dias por semana, por meio de chat e telefone

Fonte: Chepcap

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]
Compra de Bitcoin

Governo da Noruega compra Bitcoin

Uma empresa que fez a compra de R$ 1,3 bi em Bitcoin como reserva de valor em agosto continua a repercutir na comunidade cripto....
Bitcoin em corretoras de criptomoedas

CEO da MicroStrategy: “podemos despejar R$ 1.3 bi em Bitcoin no mercado a qualquer...

Após comprar de R$ 1.3 bilhão em bitcoin como reserva de valor, a MicroStrategy se tornou um nome importante para os defensores da moeda...
Prédio da PGR - Ministério Público Federal do Brasil (MPF) investigando

MPF está investigando ataque hacker em seus servidores

O Ministério Público Federal (MPF) está investigando um suposto ataque hacker em seus servidores. De acordo com um portal de notícias, dados do órgão...

Últimas notícias

CEO da MicroStrategy: “podemos despejar R$ 1.3 bi em Bitcoin no mercado a qualquer hora”

Após comprar de R$ 1.3 bilhão em bitcoin como reserva de valor, a MicroStrategy se tornou um nome importante para os defensores da moeda...

MPF está investigando ataque hacker em seus servidores

O Ministério Público Federal (MPF) está investigando um suposto ataque hacker em seus servidores. De acordo com um portal de notícias, dados do órgão...

Finanças Descentralizadas (DeFi) caem 40%, será o fim?

Nos últimos dias assistimos um massacre das moedas de finanças descentralizadas (DeFi), com quedas entre 30% e 58%. Talvez você não tenha acompanhado a...