Coinbase integra cartão de débito à Apple Pay

O cartão de débito da coinbase agora é sincronizado com a Apple Pay e o Google Pay.

Siga no
Apple Pay
Apple Pay

A maior corretora de criptomoedas dos EUA agora permite que os usuários de iPhone utilizem o Apple Pay para receber recompensas com criptomoedas.

Além disso, a Coinbase disse em um post que começará a oferecer recursos de cashback em cripto para garçonetes nos EUA esta semana.

O cartão está disponível em quase todo território americano, exceto Havaí. E é uma variação do produto que foi lançado na Europa em 2019.

O cartão funciona convertendo os saldos em cripto em moeda fiduciária, permitindo que o usuário use suas criptos em qualquer loja que aceite o cartão.

Para configurar o serviço no celular é muito simples, o usuário que já estava pré cadastrado em uma lista de espera receberá um e-mail para concluir o cadastro, caso não esteja é necessário apenas uma breve inscrição.

Depois que o cartão for aprovado será possível comprar direto pela Apple Pay e Google Pay, sem necessitar de um cartão físico.

Se o usuário utiliza a Google Pay basta que adicione o cartão em suas formas de pagamento, caso seja um usuário da Apple Pay, pode adicionar o cartão pela Apple Wallet ou a partir do próprio aplicativo da Coinbase em seu celular.

Não obstante, o cartão ainda oferece um cashback de 4% em Stellar e 1% em bitcoin. A maioria dos cartões não oferecem um serviço de devolução de dinheiro, muito menos em criptomoedas.

A Mastecard e a exchange Gemini estão pretendendo lançar um cartão de crédito em criptos, com cashback de 3% em bitcoin. A Blockfi também tem um projeto de cartão de crédito com recompensa em cripto.

A Coinbase disse nesta terça que os usuários aprovados já podem começar a usar seus cartões imediatamente com a Apple Pay.

Apple e Criptomoedas

A notícia da integração do serviço da Coinbase à Apple Pay veio, curiosamente, dias após a bigtech anunciar que estaria contratando um profissional especializado em “pagamentos alternativos” e incluiu criptomoedas, como o bitcoin, no meio.

O profissional trabalharia na equipe da Apple Pay e da aplicação da Apple Wallet.

Cashback no Brasil

Apesar de no mundo o serviço de cashback em criptos ainda não ser muito comum, no Brasil isso já é realidade.

A fintech brasileira Alter, lançou a primeira plataforma com criptoconta do Brasil e com cashback em bitcoin, o CriptoBack.

Os usuários podem aproveitar dos serviços principais de um banco e de exchange de criptomoedas, além de poder usar um cartão de débito que converte automaticamente os bitcoins em moeda fiduciária.

O AlterCard utiliza bandeira Visa e é aceito mundo todo.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Leia mais sobre:
Eduarda Lobatohttp://eduarda.substack.com
Libertária e entusiasta de Bitcoin, Blockchain e outras tecnologias relacionadas ao mundo cripto.
Robert Kiyosaki. Imagem:Youtube

Autor de ‘Pai Rico, Pai Pobre’ diz que vai comprar mais Bitcoin na queda:...

O renomado educador financeiro e autor do best-seller 'Pai Rico, Pai Pobre' tem falado bastante sobre Bitcoin nos últimos dias. Na sexta-feira (18), conforme...

Hashdex e XP Seguros lançam previdência internacional em criptomoedas

A Hashdex, empresa gestora de moedas digitais no Brasil, com a XP Seguros, braço de investimentos da XP Inc., lançam nesta terça-feira (22) uma...
Celular com Dogecoin e Computador também atualização

Atualização da Dogecoin é acompanhada de perto por Elon Musk

O bilionário Elon Musk está acompanhando uma atualização da Dogecoin que será testada na próxima quarta-feira (23). Para o CEO da Tesla, a nova...

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias