Com blockchain, Carrefour vai deixar mamíferos curiosos saberem origem do leite

Espera-se que seja de uma vaca

-

Siga no
Anúncio

A gigante de supermercados francês Carrefour ativou a próxima fase dos planos para “blockchainização” de seus produtos. Desta vez, a empresa está permitindo que os clientes possam rastrear a origem do leite.

A partir deste mês, o Carrefour começará a vender um leite fresco com selo de leite Carrefour Quality Line (CQL) em garrafas especiais exibindo códigos QR.

De acordo com a Retail Technology os clientes poderão digitalizar os rótulos para obter mais informações sobre de onde (e como) o leite é produzido.

Anúncio

Um aplicativo de smartphone exibirá quando e onde o leite foi coletado e empacotado, as coordenadas de GPS da fazenda de onde o leite veio e até mesmo como as vacas foram alimentadas.

A notícia vem uma semana depois que o presidente francês Emmanuel Macron mencionou “blockchain” em seu discurso em uma recente conferência agrícola em Paris.

Ele propôs a tecnologia de contabilidade distribuída como um meio de impor padrões agrícolas entre parceiros comerciais internacionais, particularmente a África.

Em outubro do ano passado a IBM lançou uma ferramenta de blockchain para rastreamento de alimentos, a IBM Food Trust. Um serviço (BaaS) da IBM Blockchain Platform, que foi construída usando o Hyperledger Fabric da Linux Foundations (baseado em Ethereum).

Para usar a IBM Food Trust, as empresas pagam de US $ 110 a US $ 11.000 por mês, a IBM alega que a plataforma pode suportar empresas muito grandes com mais de US $ 1 bilhão em receita anual.

O Carrefour foi apontado como um dos primeiros participantes dispostos a usar a tecnologia, e está se preparando para implantar o recurso em mais de 12.000 de suas lojas.

A ideia é que um banco de dados imutável e compartilhado para dados da cadeia de suprimentos possa ajudar a reforçar a qualidade do produto, permitindo que os clientes realmente confiem onde, como e sob quais condições seus alimentos frescos são produzidos.

Acredita se também que um mapeamento completo e transparente de cadeias de suprimentos inteiras ajude na criação de requisitos regulamentares complicados do comércio internacional, um aspecto da tecnologia que o presidente Macron acabou referenciando.

A rede de supermercados rival, Auchan, também tem entrado na diversão da blockchain. Em novembro a empresa revelou que havia iniciado uma relação de trabalho com a FoodChain, uma blockchain pública voltada especificamente para o setor de produção.

A Auchan disse que começará com o rastreamento de cenouras orgânicas, mas passará a rastrear produtos de batata e frango no início de 2019.

Ainda não está claro se esses sistemas de BaaS serão capazes de lidar com as grandes quantidades de atividades de varejo por empresas como Carrefour e Auchan, mas pelo menos este caso de uso de tecnologia distribuída está sendo testado em escala respeitável.

Siga o Livecoins no Google News para receber nossas notícias em tempo real.
Curta nossa página no Facebook e também no Twitter.
Receba também no email se cadastrando em nossa Newsletter.
Leia mais sobre:
Mateus Nunes
Mateus Nuneshttps://livecoins.com.br
Analista de Sistemas, aprendiz e entusiasta de criptomoedas e blockchain. Sugestão de pauta: [email protected]

Fastcash diz que juiz se baseou em “estratégia criminosa” para reconhecer relação entre fintech...

No início desta semana, o juiz Claudio Teixeira Villar, da 2ª Vara Civil de Santos, informou em decisão judicial que a fintech Fastcash e...
Bitcoin e Bandeira do Brasil - Brasileiros e criptomoedas (criptomoeda pública)

Ex-presidente do Banco Central sobre bitcoin: “Acho que isso não vai a lugar nenhum”

Considerado um dos economistas mais influentes do Brasil, Armínio Fraga participou de um evento na tarde da última quarta-feira (16). Durante o evento, o...

Criador de suposta pirâmide financeira atira em vítima que cobrava dinheiro investido

O criador da suposta pirâmide financeira Orion Partner atirou em uma das vítimas do esquema financeiro, nesta quarta-feira (16), em Itamonte, no Sul de...

Últimas notícias

Indicador mostra oportunidade no Bitcoin pela primeira vez desde março

Desde que os impactos do novo coronavírus assolaram os mercados financeiros em março, investidores adotaram uma postura de cautela. Mas um indicador do Bitcoin que...

Fastcash diz que juiz se baseou em “estratégia criminosa” para reconhecer relação entre fintech e Atlas

No início desta semana, o juiz Claudio Teixeira Villar, da 2ª Vara Civil de Santos, informou em decisão judicial que a fintech Fastcash e...

Ex-presidente do Banco Central sobre bitcoin: “Acho que isso não vai a lugar nenhum”

Considerado um dos economistas mais influentes do Brasil, Armínio Fraga participou de um evento na tarde da última quarta-feira (16). Durante o evento, o...