Olá, esse artigo explora aspectos de segurança que devem ser observados por você em seus investimentos em bitcoins, especificamente explico neste artigo:

  1. O que é uma carteira de bitcoin
  2. Corretoras vs. carteiras
  3. Qual a melhor carteira e estratégia para os seus investimentos
  4. Como funcionam as carteiras multisig

 

1) O que é uma carteira de Bitcoin?

Diferente do conceito de carteira onde colocamos o dinheiro tradicional e carregamos no nosso bolso, você jamais leva um bitcoin com vc. Uma carteira de bitcoin é a combinação de uma chave pública e de uma chave privada, como mostra a imagem a seguir.

A chave pública é o endereço dos seus bitcoins na blockchain e a chave privada é o que permite você realizar/autorizar transações com os seus fundos em bitcoins. Esse é o conceito de criptografia assimétrica, uma classe de protocolos de criptografia baseados em algoritmos que requerem duas chaves, uma delas é secreta (ou privada) e a outra é pública.

Você pode ler aqui no Livecoins um excelente artigo explicando os detalhes sobre o que é uma chave privada e como vc pode criar uma. Ressalto que cada vez que uma chave privada é gerada ela está associada a uma, e somente uma chave pública, tratando-se portanto de uma relação 1 para 1.

Como o próprio nome diz, a chave pública pode ser compartilhada e representa o endereço bitcoin que será informado sempre que você receber algum pagamento/transferência utilizando bitcoins. Por outro lado, a chave privada é secreta e deve ser guardada com muito cuidado, pois é ela que permite acessar os seus bitcoins. Se alguém acessar a sua chave privada, ela terá acesso aos seus bitcoins e poderá fazer transações com eles. Portanto, muito cuidado!

“Se você não tem a chave privada, os bitcoins não são seus. Se você tem a chave privada, os bitcoins são seus.”

Essa frase foi declarada pelo Antonopoulos e representa claramente a importância de manter de forma segura a sua chave privada, e isso me leva ao segundo aspecto deste artigo.

2) Corretoras vs. carteiras de bitcoins

Quando você faz uma compra de bitcoins em uma das corretoras disponíveis e mantém os saldos em BTCs nessa corretora (não importa qual seja), na verdade você não está “depositando” os seus bitcoins em um endereço de chave pública sobre o qual você tem a posse e controle da chave privada. Você está confiando nesta corretora para guardar os bitcoins para vc.

Reforçando: se você deixa seus bitcoins na corretora você não possui as chaves privadas e, portanto, você não tem controle sobre os seus fundos, você não pode fazer backup da sua carteira e você não pode recuperar estes bitcoins se houve qualquer problema com a corretora (há diversos casos na história de corretoras que apresentados problemas, foram hackeadas, quebraram, etc, e na maioria dos casos os investidores perderam parte ou todo o seu investimento).

No entanto, manter os seus saldos em bitcoins em uma corretora é a forma mais fácil de você fazer trading de Bitcoins e outras moedas, comprar e vender no curto prazo, aproveitar as quedas e subidas para tentar melhorar os seus rendimentos. Há uma decisão que você deve tomar de acordo com os seus objetivos.

Essa discussão conduz ao terceiro ponto deste artigo: como escolher a melhor carteira e estratégia para HODL dos seus bitcoins.

3) Qual a melhor carteira e estratégia para os seus investimentos

Não importa quanto você tem em bitcoins, os investimentos são seus e devem ser devidamente protegidos. Se a sua estratégia de investimento é para o longo prazo (HODL), definitivamente você não deve confiar os seus bitcoins a uma corretora. O correto é você escolher uma boa carteira, e aqui vão algumas dicas.

A primeira escolha a ser feita é entre manter sua chave privada em uma cold wallet (não conectada na internet) ou em uma hot wallet (conectada na internet), e a questão aqui é muito simples: qualquer carteira online é mais vulnerável em termos de segurança e pode ser mais facilmente hackeada.

Quanto mais valorizado o bitcoin, mais refinados serão os malwares que tentam roubar as chaves privadas de carteiras vulneráveis.

Publicados aqui no Livecoins alguns artigos que falam sobre diferentes aspectos sobre as carteiras para bitcoin. Recomendo acessar melhores carteiras para Android, melhores carteiras de criptomoedas, e o que é e quais tipos de carteiras.

Definir a estratégia de proteção é um passo muito importante para investir com segurança em bitcoin, e uma alternativa bem interessante é você adotar diferentes tipos de carteira de acordo com os seus objetivos, como mostra o exemplo de estratégia no diagrama a seguir.

Criar uma carteira totalmente offline é a melhor alternativa para armazenar a chave privada para seus investimentos de longo prazo, você pode ler este post para entender como funciona o processo.

Uma carteira em hardware também é bastante segura e há boas opções no mercado (Trezor, Ledger Nano, por exemplo). Quando vc armazena uma chave privada em uma carteira em hardware e mantém ele desconectado do ambiente computacional, você alcança um bom nível de segurança, mas lembre que essa chave privada já “circulou” no ambiente computacional e, portanto, não tem o mesmo nível de segurança de uma chave criada totalmente offline.

Por fim, você pode deixar um pequeno saldo dos seus bitcoins em uma carteira no seu smartphone ou computador, e dessa forma pode utilizar no dia-a-dia para pagar por produtos e serviços que você vai consumir nessa nova economia. Algumas boas opções incluem o aplicativo CoPay e o Blockchain, carteiras boas para vc proteger seus investimentos.

Em qualquer um dos casos é essencial você realizar o backup da sua carteira, o que permite recuperar os seus investimentos caso ocorra algum problema com a plataforma ou serviço de carteira que você está utilizando. O backup é gerado pela própria plataforma e normalmente é representado por uma sequência de 12-24 palavras. Guarde este backup em um local MUITO seguro.

Vamos agora ao último aspecto deste artigo para aumentar a segurança em seus investimentos.

4) Como funcionam as carteiras multisig

Uma alternativa muito interessante é você utilizar uma carteira multisig para aumentar a segurança dos seus investimentos. Multisig é um tipo de carteira que exige mais de uma chave privada para permitir/autorizar uma transação em bitcoin.

Geralmente se utiliza a regra “2 chaves privadas entre 3 disponíveis” para autorizar uma transação, e se UMA das suas chaves privadas for roubada, ainda assim não será possível roubar os fundos que estão guardados naquele endereço bitcoin (chave pública). Interessante, não?

Um outro aspecto muito interessante é que você pode criar uma carteira multisig utilizando diferentes estratégias:

  • Pessoas diferentes: cada uma mantém uma chave privada
  • Devices diferentes: hardware + app + desktop
  • Locais diferentes: cada chave privada guardada em locais distintos

Com estas estratégias a segurança dos seus investimentos aumenta muito, pois para que uma transação seja aprovada ela precisa de 2 das 3 chaves privadas associadas àquela chave pública onde estão os bitcoins.

Um último aspecto do multisig é que o seu respectivo endereço na rede bitcoin (chave pública) sempre inicia com o número “3”, diferente das carteiras simples que iniciam com o número “1”. Observe, por exemplo, os endereços das cinco carteiras na blockchain do bitcoin que possuem os maiores saldos (informação disponível no site bitinfocharts.com), três delas são carteiras multisig e duas dos carteiras simples.

O bitcoin propõe a liberdade para os usuários e a desintermediação das transações, seja seu próprio banco. Essa liberdade vem acompanhada de uma responsabilidade maior sobre os investimentos, pois não há um “Bitcoin Helpdesk” para te ajudar se algum problema de segurança ocorrer.

Invista com segurança!