Mercado Bitcoin detona aproximação da Binance com políticos: “abominamos”

De acordo com CEO do Mercado Bitcoin, a "FTX adotava esse modelo de conluio com Estado".

O CEO do Mercado Bitcoin, Reinaldo Rabelo, corretora concorrente da Binance no Brasil, criticou a aproximação da maior exchange do mundo com políticos no país, uma prática que ele disse abominar.

Em desabafo público, o empresário defendeu que o foco da sua corretora segue em criar uma estrutura Web3 no Brasil.

Assim, para criticar a concorrente, Rabelo traçou até um paralelo com a quebra da FTX pelo mundo, corretora próxima de muitos políticos nos Estados Unidos.

CEO do Mercado Bitcoin detona aproximação da Binance com políticos

Há alguns meses, a Binance anunciou a contratação de Henrique Meirelles como consultor global para sua operação. De acordo com a corretora, o incentivo para a ação era contar com a ajuda do ex-ministro da Fazenda no Brasil para trabalhar em prol de uma melhor regulação no setor.

Na última semana, a Binance anunciou como Diretor-Geral Guilherme Nazar, contratado em setembro. O novo executivo é sobrinho de Fernando Haddad, o próximo Ministro da Fazenda na gestão de Lula, que começa em janeiro de 2023.

Apesar dos movimentos da maior corretora de criptomoedas em volume global, concorrentes não gostaram de ver a prática.

Para Reinaldo Rabelo, atual CEO do Mercado Bitcoin, a FTX quebrou mesmo ligada a políticos. Segundo ele, sua corretora abomina o modelo que a Binance tem adotado e não concorda com a prática de sua principal concorrente no Brasil.

“Não acreditamos nesse modelo ligado a politicagem. Acreditamos em blockchain e novos modelos de negócios. Esse ‘conluio’ com Estado é algo que abominamos. A FTX adotava esse modelo. Hoje, sabemos que comprou favores de muitos políticos ao redor do mundo para esconder suas falcatruas. Deu no que deu.”

“Enquanto a Binance contrata políticos, seguimos focados no mercado”

Em desabafo via LinkedIn, Reinaldo Rabelo ainda deixou claro que sua empresa não deve seguir os passos da principal concorrente para empreender no Brasil.

De acordo com ele, enquanto a Binance contrata políticos, o Mercado Bitcoin quer desenvolver a Web3.

“Enquanto a Binance contrata Henrique Meirelles, João Doria e agora, o sobrinho do novo Ministro da Fazenda Fernando Haddad, Guilherme Nazar, seguimos focados em desenvolver a web3.”

Vale lembrar que apesar da fala envolver João Dória, a Binance oficialmente não anunciou que contratou o ex-Governador de São Paulo para seu quadro de funcionários.

Sobre a nova Lei das Criptomoedas aprovada no Brasil nos últimos dias, Rabelo declarou que nada muda na operação do Mercado Bitcoin. De acordo com o CEO da corretora criada em 2013 no Brasil, como eles chegaram antes no mercado, “não devem se corromper”.

Mesmo assim, ele defende que as regras aplicadas ao mercado ajudem a “separar o joio do trigo”, indicando que espera uma melhor qualidade na prestação de serviços por corretoras no futuro.

$100 de bônus de boas vindas. Crie sua conta na maior corretora de criptomoedas do mundo e ganhe até 100 USDT em cashback. Acesse Binance.com

Entre no nosso grupo exclusivo do WhatsApp | Siga também no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

Gustavo Bertolucci
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias