Nova variante do coronavírus derruba o Bitcoin e mercados tradicionais

Siga no

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta quinta-feira (25) que está monitorando uma nova variante da Covid, chamada B.1.1.529, que possui mais variações que as anteriores. Esta variante foi detectada na África do Sul e a falta de conhecimento sobre ela está assustando os mercados.

Tanto os mercados tradicionais quanto as criptomoedas amanheceram em forte queda na manhã desta sexta-feira (26). Como exemplo, o Ibovespa (IBOV) abriu suas negociações com uma queda de 3%, já o Bitcoin (BTC) caiu 8% desde as 21h de ontem.

Novamente o Bitcoin caminha junto ao mercado tradicional, como no início da pandemia da Covid, o que é um bom sinal de que ele está amadurecendo. Agora nos resta esperar respostas para as consequências desta variante que por enquanto está fazendo com que a maioria dos investidores esteja esperando o pior cenário.

Nova variante preocupa mercados

Segundo anúncio da OMS, a preocupação com esta variante está relacionada com as suas mutações já que ela possui cerca de 50, bem mais que as anteriores. Devido a pelo menos 30 mutações na proteína S, as vacinas podem tornar-se inúteis e novas medidas de lockdown podem ser adotadas.

Por conta disso, mercados do mundo inteiro amanheceram em queda nesta sexta-feira (26). A Europa é a região mais afetada até o momento, índices da Espanha, França, União Europeia, Polônia, Itália e Alemanha estão apresentando quedas superiores a 3% no momento. Seguido pelo Ibovespa (IBOV) do Brasil, com queda de 3%.

Já as criptomoedas, por serem negociadas sem interrupção, já começaram a refletir à nova variante da Covid na noite anterior. Tanto as três maiores criptomoedas, Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) e Binance Coin (BNB), quanto outras altcoins estão apresentando quedas superiores a 7%.

Esta queda acontece em um momento crítico para o BTC que por duas vezes seguidas não conseguiu manter-se acima dos 65 mil dólares nos últimos dois meses.

História se repete e bitcoin acompanha mercados tradicionais

Assim como no início da pandemia da Covid-19, onde tanto bolsas quanto critpomoedas operaram em baixa, novamente o mundo mostra preocupação com os perigos deste vírus que novamente pode fechar comércios e desacelerar ainda mais a economia.

Apesar disso, a inter-relação entre os mercados tradicionais e criptos pode ser um bom indicio de que o Bitcoin está amadurecendo, andando de mãos dadas com a economia mundial.

Por ora, resta esperar que os cientistas tenham mais notícias sobre os impactos que esta nova variante causará. Afinal ainda não sabe-se muito sobre seus perigos, taxa de transmissão e como elas afetarão as vacinas atuais. Por enquanto, o mundo está apenas especulando o pior cenário, novamente convertendo parte de seus ativos para dinheiro vivo.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Há mais de 5 anos trabalhando com criptomoedas, hoje escrevo artigos e notícias para o Livecoins.
Ozzy Osbourne, lendário artista do rock

Coleção de NFTs de Ozzy Osbourne é alvo de golpistas

A coleção de NFTs lançada pelo lendário cantor Ozzy Osbourne mal foi lançada no mercado de criptomoedas e já se tornou alvo de golpistas....
Pessoa segurando celular com Bitcoin em queda

Bitcoin sofre sua maior perda da história

Embora a recente correção do Bitcoin não seja a maior em termos percentuais, esta já é a maior perda da sua história após perder...
Trader triste com seu investimento em shitcoins

Apesar da queda, Bitcoin está mais forte do que nunca, shitcoins começam a evaporar

Grandes correções do Bitcoin não são novidade, até então esta já é a sexta maior de sua história. Apesar das perdas, esse movimento é...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias