Corpo de John McAfee segue preso na Espanha, sete meses após sua morte

Imagem: Reprodução Youtube, Cointelegraph
Imagem: Reprodução Youtube, Cointelegraph

O corpo de John McAfee, conhecido por criar o antivírus que leva seu sobrenome, segue preso em um necrotério na Espanha, país onde estava quando cometeu suicídio há sete meses.

Apesar de ser lembrado por uma vida regada a loucuras, principalmente quando se mudou para Belize, a história de McAfee parece não ter acabado com a sua vida.

Primeiramente, muitos ainda duvidam que John McAfee tenha tirado a sua própria vida. Afinal, suas brigas com o governo americano fizeram com que ele afirmasse, ainda em 2019, que tentariam fazer com que sua morte parecesse um suicídio.

“Se eu me suicidar, não o fiz. Eu estava louco. Verifique meu braço direito”

Entretanto, algumas pessoas próximas a McAfee afirmam que ele estava bastante deprimido naquela época. Portanto, é difícil saber a verdade sobre o ocorrido e todo comentário gera ainda mais dúvidas.

Corpo de McAfee continua na Espanha

Conforme informado pelo MarketWatch, o corpo de John McAfee continua em um necrotério da Espanha, país onde cometeu suicídio, mesmo após sete meses de sua morte.

O motivo desta lentidão pode estar ligado a justiça espanhola. Afinal, após todo esse tempo, seu corpo ainda espera por uma investigação mais detalhada sobre as causas do seu falecimento.

Athanasiou, advogado da filha de McAfee, acredita que isso esteja ligado ao crescente número de mortes relacionados à Covid-19, o que atrasaria a perícia do corpo de John McAfee.

Enquanto isso, sua família segue esperando que seu corpo seja cremado e enviado de volta para os EUA, país onde nasceu e viveu boa parte de sua vida. Ainda segundo informações do MarketWatch, sua filha Janice acredita que McAfee não se suicidou, bem como agora teme pela própria vida.

John McAfee e as criptomoedas

Além de ser acusado de ter contratado um assassino para matar seu vizinho em Belize, os últimos anos de John McAfee também não foram muito tranquilos, principalmente em relação a justiça.

Talvez o melhor exemplo seja o seu envolvimento com as criptomoedas. Afinal, McAfee chegou a ser processado pelo governo americano por não só promover criptomoedas suspeitas em seu Twitter como também realizar declarações enganosas.

Com isso, embora McAfee tenha erguido um império com seu antivírus, talvez estivesse mal financeiramente em seus últimos anos. Muito disso por conta de um estilo de vida quase sem limites.

Quanto a sua morte, é difícil ter certeza se John McAfee cometeu suicídio ou se foi executado. Afinal, uma mente tão brilhante e louca poderia ter planejado tal fim justamente para nos deixar com esta dúvida.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Henrique Kalashnikov
Formado em desenvolvimento web há mais de 20 anos, Henrique Kalashnikov encontrou-se com o Bitcoin em 2016 e desde então está desvendando seus pormenores. Tradutor de mais de 100 documentos sobre criptomoedas alternativas, também já teve uma pequena fazenda de mineração com mais de 50 placas de vídeo. Atualmente segue acompanhando as tendências do setor, usando seu conhecimento para entregar bons conteúdos aos leitores do Livecoins.

Últimas notícias