Corretora de criptomoedas criada pelos gêmeos do Facebook é processada por informações falsas

Corretora de gêmeos bilionários é acionada pela CFTC.

Cameron e Tyler Winklevoss, donos da corretora de criptomoedas Gemini
Cameron e Tyler Winklevoss, donos da corretora Gemini

A corretora de criptomoedas dos EUA, Gemini, criada pelos bilionários Cameron e Tyler Winklevoss, está sendo processada pela CFTC. Essa sigla representa a Commodity Futures Trading Commission (Comissão de Negociação de Futuros de Commodities), agência independente do governo que atua no mercado financeiro local.

Os irmãos gêmeos são conhecidos por terem feito fortuna ao processar o Facebook, rede social do qual alegam serem cofundadores. Como ganharam dinheiro e investiram parte do valor em bitcoin, são alguns dos primeiros bilionários da moeda digital conhecidos publicamente.

Em sua carreira de empreendimentos, os irmãos Winklevoss, como são conhecidos, criaram a Gemini.

Gemini é processada pela CFTC

Na última quinta-feira (2), a CFTC divulgou uma declaração pública, informando que a corretora Gemini está sendo acionada em um tribunal do distrito sul de Nova York.

Segundo a ação proposta, a CFTC buscará a devolução dos ganhos ilícitos obtidos pela Gemini, assim como penalidades monetárias civis, liminares relacionadas a registro e negociação e uma liminar contra outras violações da Lei de Troca de Mercadorias (CEA).

O órgão público do mercado financeiro dos EUA alega que a Gemini mentiu sobre contratos futuros de bitcoin, lançados em 2017.

Gretchen Lowe, diretora interina da CFTC, disse que essa ação enviará um duro recado a empresas que querem mentir no mercado financeiro.

“Fazer declarações falsas ou enganosas à CFTC em conexão com a certificação de um produto futuro prejudica o trabalho da CFTC para garantir a integridade financeira de todas as transações sujeitas à CEA, proteger os participantes do mercado, impedir e impedir a manipulação de preços e promover inovação responsável e concorrência justa.

Esta ação de fiscalização envia uma forte mensagem de que a Comissão agirá para salvaguardar a integridade do processo de supervisão do mercado.”

Gemini enfrenta reguladores

A nova denúncia feita pela CFTC contra a Gemini chega em um momento ruim para o mercado de criptomoedas, que não atravessa um bom momento.

Isso porque, os gêmeos Tyler e Cameron divulgaram na última quinta que o inverno cripto chegou até a Gemini. Dessa forma, pelo menos 10% dos funcionários da empresa deverão ser demitidos em breve, para diminuir as equipes e atravessar o momento ruim do mercado de criptomoedas.

“Para isso, pedimos aos líderes de equipe que garantam que estejam focados apenas em produtos críticos para nossa missão e avaliem se suas equipes estão do tamanho certo para as condições atuais e turbulentas do mercado que provavelmente persistirão por algum tempo. Após muita reflexão e consideração, tomamos a difícil, mas necessária decisão de nos separarmos de aproximadamente 10% de nossa força de trabalho.”

Além da demissão de parte dos funcionários, a empresa também começa a responder na justiça o processo movido pela CFTC, mostrando que o momento é difícil para a operação dos EUA.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias