Criptomoedas fazendo história (mesmo)

Siga no

O que por muito tempo parecia algo distante para uma legião de entusiastas e programadores finalmente está virando realidade: desde a semana passada a tecnologia blockchain vem dominando a agenda política em Washington, DC, a capital dos Estados Unidos.

Primeiro foi a vez de Jerome Powell, presidente do banco central americano. Na quarta-feira passada o comitê de política monetária do congresso ouviu do presidente do Fed que, da forma como o governo está organizado hoje em dia, não há estrutura administrativa para exercer a fiscalização da criptomoeda do Facebook, a Libra. 

Segundo ele nenhuma agência do governo teria a autoridade e o alcance necessários para proteger a privacidade do consumidor e garantir a estabilidade financeira da economia. Ressaltou ainda que essa realidade vem sendo vivenciada pelos bancos centrais da França, Inglaterra, China e Singapura, como também o ECB, o banco central da união européia, com os quais o Federal Reserve vem trabalhando em parceria.

“Precisamos examinar cuidadosamente os riscos (…). Essa ideia de que isto [criptomoeda Facebook-Libra] será implementada em 12 meses não me parece verdadeiro [sic]. Precisaremos de mais tempo.” Jerome Powell, Federal Reserve

Na sexta foi a vez do próprio presidente dos EUA, Donald Trump dar a sua tuitada, criticando os cripto ativos de forma impulsiva, impulsividade esta que já virou a sua marca registrada. Contudo, a repercussão foi mais que positiva. Sem querer o presidente americano acabou reconhecendo a importância da tecnologia blockchain, incluindo o bitcoin e as criptomoedas na pauta da campanha presidencial de 2020 que já começa a esquentar.

“Não sou fã do bitcoin e outras criptomoedas, as quais não são dinheiro, e cujo valor é altamente volátil, como se fossem feito de vento” Donald J. Trump, presidente dos EUA

Ontem, terça-feira dia 15 de Julho, foi a vez do secretário do tesouro Steven Mnuchin, juntar-se ao grupo dos críticos do projeto Libra do Facebook. Falando da Casa Branca Mr. Mnuchin destacou sua preocupação com a lavagem de dinheiro e o aumento de atividades ilícitas. Para ele, sem o devido controle e fiscalização o Facebook acabaria promovendo uma série de crimes, como sequestros seguidos de resgate em criptomoeda. 

“De fato, é uma questão de segurança nacional”, declarou o secretário aos repórteres quando ainda dentro da Casa Branca. “Não permitiremos que provedores de carteiras digitais operem nas sombras” finalizou.

E hoje, quem terá a palavra para testemunhar perante o comitê de assuntos bancários do senado americano é próprio vice presidente do Facebook, David Marcus. Neste estágio, o executivo vem se posicionando de forma contraditório ao lema “mova-se rápido e quebre tudo”, o preferido de Mark Zuckerberg. Em nota para o Washington Post declarou que o Facebook não irá em frente com o projeto sem a aprovação do governo. 

O testemunho formal por escrito do executivo, quem também é o responsável pelo projeto Libra, já foi protocolado e está à disposição do público. Porém, o suspense ainda permanece porque não se sabe ao teor das perguntas que os senadores farão. Será uma audiência agitada, disso ninguém duvida.

Nas próximas horas teremos as reações e a repercussão do depoimento. Mas para quem acompanha o assunto, o fato de ver a tecnologia blockchain fazendo parte de um amplo debate já é um ótimo resultado. Como se costuma dizer por aí, má publicidade ainda é boa publicidade.

Por Pascual Ariel Arrechea | Para saber mais sobre blockchain, criptomoedas e tecnologia, visite meu site ou acompanhe no QUORA.

Avatar
Pascual Arrecheahttp://www.arrechea.net
Economista, contador, especialista em blockchain Investigando a tecnologia blockchain, RPAutomação, e o mercado de trabalho em tempos de Internet 3.0. Quero dividr meus achados e pensamentos pra tentar entender a tal criptoeconomia. “Play is just another version of work” Ray Kurzweil, The Singularity is Near

Miami pode ser a primeira cidade a ter reservas em Bitcoin

O prefeito de Miami, Francis Suarez, vem, desde dezembro de 2020, considerando apostar no Bitcoin para fazer parte das reservas da cidade. Segundo Suarez,...
PayPal e Bitcoin criptomoedas blockchain

Ações do PayPal podem valorizar 46% “graças ao Bitcoin”, diz analista

Por causa do Bitcoin, o PayPal pode alcançar uma incrível valorização no preço das suas ações. Um analista da Mizuho Securities elevou sua estimativa...

Irã sofre com apagões, governo culpa mineração de Bitcoin

O governo do Irã tem apontado que os recentes apagões ocorridos no país têm sido causados pelo alto consumo das fazendas de mineração de...

Cotações por TradingView

Últimas notícias

Ações do PayPal podem valorizar 46% “graças ao Bitcoin”, diz analista

Por causa do Bitcoin, o PayPal pode alcançar uma incrível valorização no preço das suas ações. Um analista da Mizuho Securities elevou sua estimativa...

Irã sofre com apagões, governo culpa mineração de Bitcoin

O governo do Irã tem apontado que os recentes apagões ocorridos no país têm sido causados pelo alto consumo das fazendas de mineração de...

Banco Central da Nova Zelândia é hackeado

Há uma semana, no domingo (10), o Banco Central da Nova Zelândia foi alvo de um ataque hacker que deixou graves consequências. As autoridades...

Binance abre inscrições para voluntários no Brasil

Quem busca empreender com criptomoedas ou mesmo ingressar nas comunidades brasileiras, uma oportunidade de aprendizado surgiu nos últimos dias. A Binance, a maior maior...

Uganda desliga internet, comércio de bitcoins para de funcionar

Na véspera das eleições presidenciais, o governo da Uganda bloqueou, sem avisar, a Internet de toda população. Isso ocorreu depois de os ugandeses contornarem...