Crise faz russos tirarem dinheiro dos bancos para comprar bitcoin

Medo de insolvência nos bancos que pode acontecer no futuro próximo faz russos sacarem dinheiros de suas contas para guarda-los em casa

Siga no
Fabricação de Matryoshka com Bitcoin na Rússia
Fabricação de Matryoshka com Bitcoin na Rússia

Estamos em um momento muito delicado para e economia mundial, com previsões para momentos ainda mais difíceis no futuro. Isso está mudando o comportamento financeiro de muitas pessoas e até mesmo alterando a estrutura de “segurança” do dinheiro, podemos ver um reflexo disso na Rússia, onde os cidadãos estão retirando dinheiro dos bancos e muitos estão investindo em criptomoedas.

Como apontado pelo site Decrypt, os russos estão sacando dinheiros de suas contas para guarda-los em casa, provavelmente por medo de insolvência nos bancos que pode acontecer no futuro próximo.

No entanto não é só a falta de confiança nos bancos que está aumentando. Algumas corretoras estão observando um aumento no número de novos depósitos para compras de criptomoedas, incluindo o Bitcoin.

Recentemente o país da Eurásia impôs medidas de proteção financeira, proibindo o saque de mais de 1 milhão rublos (cerca de R$ 70 mil). Isso fez com que russos fizessem filas em bancos e caixas eletrônicos para conseguir retirar a maior quantidade de dinheiro possível para armazenar.

Em dados apresentados pela Bloomberg é mostrado que os saques em dinheiro de caixas eletrônicos no começo do março chegou a 1 trilhão de rublos. Esse é um valor maior do que todos os saques realizados durante 2019.

Aumento no volume das exchanges

Criptomoeda Bitcoin

Enquanto os bancos estão perdendo dinheiro em cofre com os saques em massa, outros dados apontam para um aumento no uso de corretoras de criptomoedas.

Coincidindo com a movimentação aos bancos, o volume em corretoras russas passou a aumentar consideravelmente.

Cada vez mais o volume de rublos entrando na criptoeconomia aumenta, demonstrando um aumento na sensação de reserva de valor nesses ativos por parte do mercado da Rússia.

O Bitcoin vem aos poucos ganhando um status de reserva de valor. Essa narrativa ganhou muita força entre 2018 e 2019, após a ideia de ser uma “moeda para deixar todos ricos” começou a perder espaço.

Agora o bitcoin é tido por muitos defensores como a melhor forma de enfrentar momentos de incerteza e no futuro vai se mostrar uma excelente maneira de poupar dinheiro diante de inflações.

“Do dia primeiro de setembro de 2019 a primeiro de abril de 2020, vimos um aumento de 225% no número total de novos usuários. Durante esse período, março teve o maior número de novos usuários russos na história.” Disse Anton Kozlov, gerente de contas da Paxful na Rússia.

E a Paxful não é a única, já que a Kraken disse que no começo de março eles tiveram um aumento de 83% no número de usuários. Além dela, mais cinco corretoras disseram ter observado um aumento considerável de usuários e volume de negociação.

E vale lembrar que essa movimentação para o mercado de criptomoedas era algo que poderia ser esperado mesmo sem o Coronavírus. Já que muitos consideram que a pandemia e apenas um dos gatilhos da crise e não a sua causa.

Há anos especialistas vêm avisando sobre o risco de uma crise eminente e de grandes proporções. Não é à toa que muitos já trocaram o dinheiro no banco por Bitcoins na carteira aguardando os momentos de dificuldade.

Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Matheus Henrique
Fã do Bitcoin e defensor de um futuro descentralizado. Cursou Ciência da Computação, formado em Técnico de Computação e nunca deixou de acompanhar as novas tecnologias disponíveis no mercado. Interessado no Bitcoin, na blockchain e nos avanços da descentralização e seus casos de uso.
Peter Thiel, bilionário cofundador do Paypal

Bilionário americano diz que Bitcoin é o mercado mais honesto do país

Peter Thiel, bilionário e cofundador do PayPal, falou sobre o preço e o valor do Bitcoin durante conferência da The Federalist Society sobre leis...
Luciano Hang durante CPI da Pandemia

Luciano Hang zomba da CPI da Pandemia com “Biticóil” e “Crepetomoeda”

Luciano Hang citou que o "Biticóil" e a "Crepetomoeda" foram duas palavras novas adicionadas ao dicionário mundial, zombando do relatório da CPI da Pandemia. Nas...

“Bitcoin a 60 mil dólares é sinal de que o governo está em perigo”,...

O Bitcoin está sendo negociado em valores recordes desde o começo desta quarta-feira (20) e sempre que a criptomoeda atinge um novo recorde, muitos...
.

Cotação do Bitcoin por TradingView

Últimas notícias