Play to lose: CryptoShips e PirateCoin afundam 98% e deixam investidores na mão

Usuários do jogo observam derretimento de preço e começam a "pular dos barcos".

Bitcoin marcado com a bandeira do pirata
Bitcoin marcado com a bandeira do pirata

As criptomoedas de dois jogos envolvendo barcos e piratas despencaram 98% nos últimos dias, marcando o possível fim de mais projetos de game que prometiam pagar jogadores.

O mercado de criptojogos atraiu muitos gamers e streamers para o ecossistema das criptomoedas. Para isso, com promessas de pagamentos diários, muitos tokens novos foram criados.

Com muitos ingressando no mercado em meio à alta procura, muitos não esperavam que iam se deparar com um cenário de golpes frequentes, que praticamente acontecem todos os dias. Ou seja, jogos com promessas de ganhos surgem e morrem diariamente.

Nos últimos dias, por exemplo, a morte dos jogos CryptoCars, CryptoPlanes e CryptoGuards chamou atenção após o game prometer um metaverso e possivelmente aplicar um golpe de rugpull.

CryptoShips: criptomoeda de jogo de barco perde 98% em menos de dois meses

No final de janeiro de 2022, três jogos de clique para ganhar (ou perder) encerraram suas atividades e deixaram os jogadores em busca de alguma explicação.

Agora o CryptoShips também começou a despencar, perdendo 98% de seu preço em menos de dois meses, segundo informações do CoinGecko.

Como seu sistema de jogos era similar ao do CryptoCars e seus irmãos, apesar de não ser da mesma empresa, ele pode ter sofrido da mesma desconfiança dos jogadores quanto ao seu futuro.

Na comunidade brasileira do CryptoShips, que reúne mais de 23 mil jogadores, muitos já se lamentam pelo prejuízo no projeto de barquinhos, que começa a ruir com o preço cada vez menor.

Vale lembrar que muitos youtubers brasileiros de criptojogos elogiaram o projeto e até publicaram investimentos pesados neste, mas nenhum se pronunciou com a derrocada do game.

Comunidade brasileira do CryptoShips começa a desistir do jogo, que só perde em seu preço
Comunidade brasileira do CryptoShips começa a desistir do jogo, que só perde em seu preço /Reprodução

Jogo de temática pirata também vê criptomoeda despencar 98%

Outro jogo que praticamente morreu neste último final de semana foi o PirateCoin, que era um game com a temática de piratas e prometia ser um dos maiores games NFTs do gênero.

Contudo, tanto a Certik quanto a PeckShieldAlert, duas empresas de auditoria de códigos de contratos inteligentes, emitiram alertas para suas comunidades evitarem se expor a este jogo, que perdeu 80% só no último fim de semana.

O PirateCoin game prometia ser um RPG pirata na rede Binance Smart Chain e chegou a cogitar a criação de uma Organização Descentralizada Autônoma (DAO) para administrar seu ecossistema, desistindo da posse do contrato. Mas isso não está claro se é apenas uma forma de exit-scam que pode estar sendo praticada.

“Nossa equipe ainda está trabalhando no DAO para compensar a comunidade. Vamos desistir da propriedade do contrato e entregá-lo ao DAO.”

Ou seja, mais jogos NFTs provavelmente morreram nos últimos dias, pois, com uma queda de 98% de seus valores de mercado, dificilmente os clientes se manterão ativos no ecossistema. Esses dois exemplos voltam a lembrar investidores para que tomem cuidado com promessas de ganhos neste setor, que ainda é novo e cheio de riscos.

Compre Bitcoin na Coinext

Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br.



Siga o Livecoins no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.
Gustavo Bertoluccihttps://github.com/gusbertol
Graduado em Análise de Dados e BI, interessado em novas tecnologias, fintechs e criptomoedas. Autor no portal de notícias Livecoins desde 2018.

Últimas notícias